Cancun o que fazer

Roteiro Cancun: o que fazer, quantos dias ficar e mais!

Ouço falar de Cancun desde pequenininha, sendo sempre destino dos sonhos de muita gente e naturalmente meu também. Apesar disso, no final algumas pessoas que conhecem a cidade, acabam não gostando de lá por achar ela muito turística. De fato é uma cidade extremamente turística, mas que ganhou meu coração pelas belezas naturais das praias e toda diversão noturna que a cidade proporciona. Por isso não vou falar mais nada quanto a isso e vou deixar vocês tirarem suas próprias conclusões. Enquanto isso não acontece, te ajudo a planejar sua viagem com esse guia de Cancun que está cheinho de dicas. Confira aqui o que fazer em Cancun, quantos dias ficar, como se locomover, além de um roteiro de 7 dias por lá! Bora?

O que fazer em Cancun

Se eu tivesse que resumir tudo o que tem para fazer em Cancun, eu diria: muitas praias lindas, várias baladas incríveis e muitas opções de passeios de um dia para fazer fora de Cancun. Mas como eu não quero te deixar perdido, vamos por partes!

Praias de Cancun

As praias Cancun são as primeiras da lista, afinal, quem planeja uma viagem para Cancun sem sonhar com as praias, certo?


Vista do alto de algumas praias de Cancun

Playa Langosta

A Langosta é uma praia pequena, de águas calmas e rasinha, perfeita para quem vai com os filhos. Dessa forma, o ambiente lá é bem familiar e as famílias relaxam enquanto seus filhos brincam na água. 

Nadando no raso da Playa Langosta em Cancun

Como a praia é pequena, a tendência é que ela fique cheia, por isso é o tipo de lugar que é bom evitar de ir aos finais de semana. 

Playa Tortugas

A Playa Tortugas é um dos pontos onde saem as balsas que vão para a Isla Mujeres e também alguns barcos de passeio, por isso ela acaba sendo bem popular e você com certeza vai acabar ouvindo falar dela em algum momento. 

Playa Tortugas vazia em Cancun

A praia em si é pequena, mas tem uma infinidade de atrações, como bungee jump, snorkel e brinquedos aquáticos.

Curte as minhas viagens? Segue lá no Insta: @olhosdeturista

A atmosfera é bem festiva, com música tocando e galera jovem, uma boa pedida para dar uma aquecida para as famosas baladas de Cancun. 

Playa Caracol

A Playa Caracol é uma pequena praia, de frente para alguns hotéis e restaurantes da Zona Hotelera. Apesar disso, ela é pública e bem movimentada.

Playa Caracol em Cancun vazia

A areia lá é bem branquinha e fina e o mar é calmo e raso, além de ser considerada uma das mais agradáveis praias de Cancun. Se desejar, você pode alugar espreguiçaceiras e consumir alimentos e bebidas nos restaurantes. 

Playa Chac Mool

Das praias na Zona Hotelera, essa foi a que eu mais gostei, porque foi a praia que vi com o tom de azul mais intenso de todas em Cancun. Apesar disso, essas coisas variam muito conforme o dia, então você pode ter uma experiência diferente da minha.

Ondas da Playa Chac Mool em Cancun

Outro detalhe, é que como ela está em uma área de mar aberto, ela costuma ter bastante ondas.

A praia em si é bem movimenta e tem uma pegada agitada, com uma galera ouvindo música e bebendo. Ela fica de frente para alguns prédios residenciais e é bem extensa, mudando de nome mais a frente.

Playa Delfines

A Playa Delfines, ou em português “praia dos golfinhos” é uma das principais praias de Cancun. Inclusive, é nela que está o letreiro mais lindo da cidade, que “ostenta” filas bem grandinhas para tirar foto nele.

Selgie na Playa Delfines em Cancun no México

A praia tem esse nome, porque está em uma área relativamente fácil de avistar golfinhos. Eu não vi nenhum no dia que fui, mas dizem que é possível ver da areia e às vezes até “nadar” com eles. Mesmo assim algumas pessoas optam por fazer passeios de barco para vê-los melhor. 

Uma coisa que eu curti bastante de lá, é que sempre passa alguém vendendo coisinhas para comer. Além de ser baratinho, é mais tradicional, geralmente preparado pela própria pessoa que está vendendo ou algum familiar dela. 

Isla Blanca

Isla Blanca é um paraíso pouquíssimo explorado, por isso a maioria das pessoas nunca nem ouviram falar. Ela fica depois do ponto mais ao norte de Cancun, entre a lagoa Chacmuchuc e o mar do caribe. 

Praia deserta em Cancun

Pensa em um lugar lindo: mar azulão, areia branca, ampla lagoa de água doce e salgada, vegetação de mangue e outras plantas costeiras. Além de ser um bom lugar para observar pássaros, com sorte até flamingos.

Lagoa e água doce e salgada na Isla Blanca México

Logo que você chegar lá você verá quiosques, barraquinhas, espreguiçadeiras para alugar e um estacionamento. Se não quiser consumir, tudo bem, mas para passar o dia recomendo levar coisinhas para comer e água. Eles te deixam usar o banheiro mesmo não consumindo, mas cobram uma taxa de 10, 20 pesos. 

Casinha de madeira na Isla Blanca Cancun

Se não quiser ficar nessa área, caminhe o quanto desejar pela longa extensão de areia e facilmente encontrará um cantinho deserto para chamar de teu. Lá também tem áreas para camping, se quiser passar uma noite lá, mas recomendo evitar os finais de semana para não pegar essa área mais cheia. 

Como chegar: confira o tópico “Como se locomover por Cancun” desse artigo.

Costa Mujeres

Assim como a Isla Blanca, a Costa Mujeres também é isolada e pouco conhecida. Isso porque quem acaba conhecendo essa região são as pessoas que se hospedam nela, em seus luxuosos hotéis e resorts. 

Praia Costa Mujeres deserta

Apesar de haverem hoteis e resorts nessa região, qualquer pessoa pode ir curtir um dia de praia por lá. A região é perfeita para quem procura sossego, silêncio, ficar longe das multidões e contato com a natureza.

Praia Costa Mujeres em Quintana Roo

O nome Costa Mujeres se dá pelo fato de que a região está localizada no município de Isla Mujeres, que é a ilha grande que fica em frente. Apesar disso, ela está localizada no continente, entre Cancun e a Isla Blanca. Totalizando uns 3 km de extensão de praias de areia branca e seus vários hotéis, condominios e residências privadas. 

Como chegar: confira o tópico “Como se locomover por Cancun” desse artigo.

Isla Contoy

Essa é uma ilha ainda mais afastada de Cancun, mas diferente da Isla Blanca não é possível acessá-la de carro, já que ela é 100% rodeada pelo mar. Por isso, algumas agências fazem passeios de barco até ela, saindo de Cancun ou da Isla Mujeres.

Infelizmente esse passeio eu não fiz, então não sei bem como é, mas sei que a ilha é inabitada e super preservada, inclusive existe um limite diário de visitantes. Então para quem gosta de lugares pouco visitados, com certeza é um prato cheio. 

Parques de Cancun

Muitas pessoas que vão ao México, desejam conhecer os parques Xcaret. Eu particularmente não tenho interesse em apoiar esse tipo de empresa, já que algumas das atrações deles são feitas com animais, como golfinhos. 

Parques em Cancun

Não acho que animais devam ser mantidos em cativeiro, longe do habitat natural deles. Especialmente quando a razão disso é puro entreterimento humano. Infelizmente o México tem muito disso.

Se você não concorda com o meu ponto de vista, estou aberta a debates nos comentários do post. 

Passeios de barco 

Cancun tem uma infinidade de opções de passeios de barco com serviços de entreterimento e que servem comida e bebida enquanto navegam pelo mar. Alguns são diurnos, outros noturnos, alguns param na Isla Mujeres, outros não fazem paradas. Enfim, diferentes opções não faltam e eu recomendo você fazer pelo menos algum desses passeios.

Passeio de barco pelo mar de Cancun

Os mais famosos são os barcos do Captain Hook e do Dancer Cruise. Eu fiz o Dancer Cruise e curti bastante. Explico melhor a seguir:

Dancer Cruise

Barco Dancer Cruise parado no porto

O Dancer Cruise, como o nome já sugere, tem como maior entretenimento a dança. Nele os simpáticos funcionários dançam músicas animadas, ensinam uma galera a dançar e puxam a turma para fazer o clássico “tremzinho”.

Além disso eles servem café da manhã e almoço, além do open bar de rum, tequila, vodka, cerveja, coqueteis, refris e sucos. 

Almoço do Dancer Cruise em Cancun

Durante o passeio que dura cerca de 7 horas, eles fazem 3 paradas: uma para snorkeling, outra para visitar a Isla Mujeres e outra em que eles liberam por um tempo o tobogã e trampolim do barco, que são demais!   

Trampolim do Dancer Cruise

Eu particularmente curti muito e achei os funcionários super animados e a comida simples, mas gostosa. 

Mergulho em Cancun

Mergulhar é uma das coisas mais legais para fazer em Cancun, já que além de ter a opção de ver a incrível vida marinha, você também pode conhecer o MUSA, o maravilhoso Museu Subaquático

Mergulho no Museu Subaquático de Cancun

Antes de decidir fazer mergulho de cilindro nele, eu acabei fazendo snorkeling por lá e garanto: a experiência não chega nem a 2% do que é fazer o mergulho de cilindro. Conhecer o Museu Subaquático de snorkeling tem 3 problemas: o museu tem 10 metros de profundidade, por isso olhando da superfície é difícil enxergar bem lá embaixo, para piorar é obrigatório o uso de colete salva vidas, o que impossibilita mergulhar fundo e além disso, você só vê uma parte do museu no tour de snorkeling. 

Dito isso, explico como é o mergulho: o museu é como um parque de esculturas subaquáticas, uma mais interessane que a outra e todas com algum significado. Os significados são explicadas pelo instrutor de mergulho no brienfing antes do mergulho. Assim, quando você está lá embaixo, já sabe do que se tratam. 

Mapa do Museu Subaquático de Cancun

O museu foi inaugurado em 2009 e foi o primeiro Museu Subaquático do mundo. O projeto é um sucesso e por isso ele continua sendo expandido. Assim, de tempos em tempos sempre haverão esculturas novas.

Esculturas subaquáticas do Museu em Cancun

Eu fiz esse mergulho com o pessoal da AquaWorld Cancun e curti muito o serviço deles. A começar pela estrutura do centro de mergulho, que é fantástica, o barco que é um dos mais modernos que já andei e os instrutores que são super atenciosos.

Na época eu já era mergulhadora certificada, mas se você nunca tiver mergulhado antes, você também pode fazer esse mergulho sob supervisão do instrutor e uma breve aula antes do mergulho. Os idiomas falados nesse centro de mergulho são espanhol e inglês. 

O que fazer nos arredores de Cancun

Quem vai para o México com pouco tempo, acaba usando Cancun como base e fazendo pequenas viagens pelos arredores da cidade. No geral, eu acho que vale mais a pena sair de Cancun e passar algumas noites nessas cidades, já que todas tem muitas coisas legais para fazer se fazer. 

Por isso selecionei algumas cidade próximas que acho que valem a pena ir para passar uns dias, mas se você não tiver muito tempo disponível, sugiro fazer bate e volta naquelas que puder. Se não souber quais escolher, confira a minha sugestão de roteiro no tópico “O que fazer em Cancun em 7 dias”.

Isla Mujeres

A Isla Mujeres é a primeira da lista, porque além de ser minha queridinha, é a mais próxima de Cancun. A ilha encontra-se bem em frente de Cancun, a apenas 30 minutos de distância de ferry. Sendo assim, fica fácil tanto fazer passeio de um dia para lá, quanto passar algumas noites.

Vista de Punta Sur na Isla Mujeres

Como a ilha é pequena, recomendo alugar uma motinho ou carrinho de golfe, para poder explorar ela melhor. Não deixe de ir até a Punta Sur e deslumbrar a imensidão do mar azul visto de lá.

Uma coisa que eu gosto muito sobre a Isla Mujeres e que é ela está tão próxima de Cancun, que é possível ver de lá a silhueta de Cancun e vice versa. 

Playa del Carmen

Na minha opinião, Playa del Carmen é um pouco superestimada, porque eu acho a cidade puramente turística e feita para as pessoas gastarem dinheiro. Apesar dela ser pequena, a rua principal dela reúne diversas lojas, sendo algumas delas carrísimas, daquelas que não tem em qualquer lugar.

Pôr do Sol em Playa del Carmen

Além disso a cidade tem algumas praias e uma vida noturna atrativa (inclusive mais em conta que Cancun). Então, nesse caso, acho que um bate e volta é o suficiente. Inclusive porque a distância entre elas é pouca.   

Cozumel

Cozumel é a ilha que encontra-se em frente a Playa del Carmen, a 40 minutos de ferry. A Ilha é bem grande e a única forma de se locomover ao longo dela é alugando carro ou moto. 

Boiando no mar de Cozumel no México

Por isso um bate volta até lá seria mais complicado, sendo que é necessário viajar de Cancun a Playa del Carmen, de lá pegar um ferry e depois alugar um carro/moto. Outra opção é fazer um tour de um dia inteiro.

Cozumel é um dos melhores destinos de mergulho do México e onde fiz os mergulhos mais incríveis da minha vida, mas além disso, a ilha não tem mais nada para oferecer que a própria Cancun não ofereça. Então se você não é mergulhador e tem pouco tempo de viagem, não recomendo ir a Cozumel.

Ruínas de Chichén Itzá

Quem viaja para o México, não pode deixar de conhecer Chichén Itzá, uma das 7 Maravilhas do Mundo. Localizada a 2 horas e meia de Cancun. 

Pirâmide principal das Ruínas Chichén Itzá no México

É possível conhecer Chichén Itzá em um passeio de um dia que faz bate volta até lá. A maioria dos passeios costumam ter incluso a visita a algum cenote da região. 

As ruínas estão localizadas na cidade de Valladolid, no estado de Yucatán. Esse estado é um dos estados com maior riqueza cultural que conheci no México, além de ser o que mais possui cenotes. 

Valladolid é uma ótima cidade-base para explorar os cenotes da região e é possível fazer bastante coisa de bike. Como eu queria conhecer as ruínas e alguns cenotes, acabei ficando 4 noites lá e acho que vale muito a pena ficar pelo menos 2 noites. Isso ficou claro para mim quando eu ia cedo em algum cenote e em um determinado horário chegavam 6 ônibus de excursão vindo de Cancun e lotavam os cenotes.

Cenote alto no México

Resumindo: a galera das excursões pegavam os cenotes lotados, não conseguiam aproveitar direito e não conseguiam tirar fotos legais, mas eu conseguia porque ia por conta própria e cedo. No final, a minha percepção sobre os lugares era muito melhor do que a deles, que acabavam não gostando muito da experiência.

Se não tiver tempo de passar alguns dias na cidade, sugiro alugar um carro, ir por conta e bem cedo, para não chegar junto com as excursões.  

Tulum

Tulum é o tipo de destino que surpreende muito, porque diferente do que muita gente deve imaginar, a cidade vai muito além das praias.

Um ponto forte de lá são os cenotes de Tulum, que são muitos e para todos os gostos e bolsos. Cenotes são uma espécie de poço, caverna, buraco na água (tem vários tipos) que só existem no México, então não preciso nem falar que são imperdíveis, né?

Balançando no cenote de Tulum

Além disso, é em Tulum que estão localizadas as únicas ruínas maia à beira mar. O México tem milhares de ruínas espalhadas por todo seu território e por isso, acaba sendo difícil escolher quais valem a pena conhecer. Geralmente as pessoas acabam conhecendo apenas Chichén Itzá, por ser uma das 7 Maravilhas do Mundo, mas eu acho que além dela, vale muito a pena conhecer também as ruínas de Tulum. 

Vista das Ruinas de Tulum no México

Existem passeios de um dia saindo de Cancun que vão para Tulum para conhecer as ruínas e algum dos cenotes. Para quem não tiver tempo de passar uns dias em Tulum, vale a pena fazer pelo menos esse passeio. 

Isla Holbox

Holbox é uma linda ilha ao nordeste de Cancun, a 140km de distância de estrada e mais 30 minutos de balsa. Pouco frequentada por turistas, muita gente nunca nem ouviu falar dela, o que a torna um destino perfeito para quem quer fugir da multidão.

deitada da areia na Isla Holbox no México

O lugar é um paraíso, seja por sua incrível e preservada natureza, seja pela atmosfera de cidade pequena.

Uma coisa incrível sobre lá é que ela fica na junção do mar do Golfo do México com o mar do Caribe. Então ao conhecer a ilha, você terá acesso a ambos mares, além da lagoa que divide ela do continente. Aliás, essa lagoa acaba atraindo milhares de pássaros como flamingos e pelicanos. Eu conseguir ver dezenas deles todos os dias que estive lá.

Flamingos na Isla Holbox no México

Como a ilha é um pouco distante, o ideal é se hospedar lá por pelo menos uma noite, mas eu particularmente recomendo 3 noites para conseguir conhecer bem a ilha e relaxar. Se não tiver tempo e mesmo assim desejar conhecer esse paraíso, você pode fazer um passeio de um dia até ela.

Quantos dias ficar em Cancun?

Na minha opinião, o ideal é passar 7 dias em Cancun. Principalmente se você quer conhecer bem as praias. 

Com esse tempo você pode aproveitar bem e seguir um roteiro tranquilo. O ideal é que os dias sejam inteiros, para conseguir seguir com tranquilidade o roteiro que vou sugerir no próximo tópico. 

O que fazer em Cancun em 7 dias?

Muitas pessoas vão para o México e acabam ficando só em Cancun, deixando para fazer passeios de um dia para as regiões próximas.

Outras pessoas preferem ficar alguns dias só em Cancun e conhecer mais a fundo outras cidades indo até elas e ficando nelas por alguns dias.

Cancun roteiro de 7 dias

Por isso montei um roteiro que até o 4ª dia são apenas passeios dentro de Cancun e os outros dias são passeios nas proximidades. Então se você quiser conhecer apenas Cancun e prefere ir até as outras cidades ao invés de fazer esses passeios de um dia, siga o roteiro apenas até o 4º dia.

Já se você quer fazer tudo saindo de Cancun, pode seguir o roteiro completo de 7 dias em Cancun. Se desejar incluir mais dias, veja os dias extras. 

  • 1º Dia: Playa Langosta + Playa Tortugas
  • 2º Dia: Playa Chac Mool + Playa Delfines
  • 3º Dia: Passeio de barco
  • 4º Dia: Costa Mujeres + Isla Blanca
  • 5º Dia: Chichen Itza + Cenote
  • 6º Dia: Passar o dia em Isla Mujeres
  • 7º Dia: Ruínas de Tulum + alguma praia ou cenote de lá

Dias extras: Parques de Cancun e Mergulho

O que fazer em Cancun a noite?

Uma das maiores atrações de Cancun é a vida noturna. De fato, as baladas da cidade são de outro mundo e não é à toa a fama. Isso porque elas não são como baladas comuns, já que apresentam verdadeiros shows, com muitos artistas e luzes, fora que a maioria é open bar.

Rua das baladas em Cancun

Por isso eu recomendo até para os não-baladeiros, se jogarem na noite de Cancun e terem uma experiência completa da cidade.

Confira algumas das principais baladas de Cancun: 

Coco Bongo

Sem dúvidas, a mais famosa de todas as balada de Cancun. Eu diria que a Coco Bongo é uma mistura de balada, com casa de show e circo. Isso porque a balada conta com apresentações incríveis com acrobatas voadores, dançando com temas de músicas e filmes famosos. Isso tudo com muito jogo de luz e cores!

Apresentação no Coco Bongo de Cancun

Quando as apresentações acabam, o clima de balada fica mais evidente, com muita música e alegria. A essa altura a galera já está dando suas próprias piruetas, depois de aproveitar muito do open bar. 

Endereço: Boulevard Kukulcan Km 9.5 #30 Zona Hotelera
Preço: a partir de 75 dólares (open bar)

Mandala Night Club

O Mandala Night Club é outra das mais famosas baladas de Cancun. Ele tem uma fachada aberta, onde é possível ver um pouco o que está rolando lá dentro.

A atmosfera do Mandala é bem pitoresca, com palco colorido e telas para todo lado. 

Eles abrem toda Segunda, Quinta e Sábado e cada dia tem um tema diferente.

Endereço: Boulevard Kukulcan Km. 9 Zona Hotelera
Preço: a partir de 55 dólares (open bar)

Mandala Beach Club

Se você curte balada pé na areia e festa na piscina, essa é sua balada, porque ela é as duas coisas ao mesmo tempo! 

A festa acontece durante o dia e o que não faltam são músicas, bebidas, piscinas, jacuzzis e gente bonita. Eles também tem festas toda Terça a noite e rola até um Concurso de Biquíni. 

Além disso eles também tem um restaurante que oferece uma variedade de pratos para acompanhar as bebidas. 

Endereço: Boulevard Kukulcan Km. 9.5 Zona Hotelera
Preço: a partir de 40 doláres. 

Balada e bar Señor Frog’s

O Señor Frog’s é uma mistura de balada, restaurante e bar. Opção ideal para quem não curte muito balada, mas gosta de um agito. 

Lado de fora do Señor Frog em Cancun

Eles tem bandas tocando ao vivo, DJs e karaokê. Além disso as temáticas das festas variam conforme o dia da semana.

Endereço: Boulevard Kukulcan Km. 9.5 Zona Hotelera
Preço: a partir de 55 dólares (open bar)

Onde ficar em Cancun

Como eu fiquei um bom tempo em Cancun, eu acabei conhecendo 3 hostels de lá, então vou explicar um pouquinho sobre cada um. 

Se hostel não te agrada, não se preocupe, porque o que não falta em Cancun são opções incríveis de hotéis e resorts, confira aqui os mais bem avaliados pelos usuários. 

Hostels em Cancun:

Nomads Hotel, Hostel & Bar

O Nomads Experience é uma rede de hostels/hotel com três unidades, duas em Cancun e uma na Isla Mujeres, eu conheci as três unidades. 

Esse primeiro, também considerado hotel e bar, é um dos hostels mais impressionantes que eu já fiquei, graças a sua incrível infraestrutura e beleza. 

O Nomads Hotel, Hostel & Bar fica em um prédio de uns 6 andares, com quartos compartilhados e privados. Todos quartos tem banheiro interno e ar condicionado. Cada cama tem cortina própria , tomadas, luz e armário individuais. 

No térreo fica a recepção e uma salinha de trabalho/descanso com ar condicionado. Já na cobertura fica a piscina, bar, restaurante e mesa de sinuca.

Onde ficar em Cancun

Lá é onde acontece toda a agitação e a galera se conhece e faz os esquentas antes de sair para a balada. Eles tem um funcionário responsável só para fazer esse agito, que também leva a galera de tarde para as praias. 

Vale citar também que esse hostel ganhou o certificado de excelencia de 2019 no TripAdvisor.

Nomads Boutique Hotel & Hostel

Esse é o outro hostel da rede que fica em Cancun. Eu particularmente prefiro o anterior, por ter uma infraestrutura superior e mais agito, custando praticamente a mesma coisa. 

O Nomads Boutique, antes chamado de “Mezcal”, é um hostel simples, mas bonito. Dedicado para quem procura mais tranquilidade, mas não 100% livre de festas, sendo que às vezes rola festinha por lá também. Inclusive, os funcionários de ambos hostels, agitam os hóspedes para ir nas festas juntos. 

Hostel La Fiesta

Se você procura um hostel bem raíz, com a galera mochileira mais simples e que faça roles mais alternativos e baratos, esse é o hostel. 

Como o nome sugere, eles são um hostel de festa e se importar com o barulho aqui está praticamente proibido. É aquele tipo de hostel que a galera entra e sai dos quartos fazendo barulho, bêbado e ninguém se importa, porque geralmente está todo mundo participando da festa. O Hostel la Fiesta é o tipo de hostel que ou você ama, ou você odeia. 

O hostel em si é realmente bem simples, não tem piscina e o banheiro é coletivo para todos os quartos. O lado bom dele é que o jantar é incluso e uma hora por dia eles servem cerveja de graça.

Como se locomover por Cancun

Se locomover por Cancun é bem simples e prático, principalmente porque a oferta de ônibus e táxis é bem grande.

Ônibus

Andar de ônibus pela Zona Hotelera é super fácil e barato, custando entre entre 10 e 12 pesos mexicanos (2, 3 reais). Eles circulam 24h por dia e passam constantemente, além disso eles são novos e confortáveis. 

A maioria das praias de Cancun ficam na Zona Hotelera, mas algumas delas não, como a Isla Blanca e a Costa Mujeres. Inclusive acho que é por isso que poucas pessoas conheçam as duas, que costumam estar completamente desertas.

Para ir até elas tem que pegar um coletivo em um mini terminal de Cancun, chamado “Crucero”. Ele fica entre a Av. López Portillo com a Av. Tulum. Saem apenas 3 coletivos por dia, às 7h, às 11h e às 16h e esses mesmos coletivos são os que voltam, então atenção com o horário da volta, já que o último coletivo chega lá por volta das 16h30. Se você perder, terá que pegar um táxi (se tiver algum) ou pedir carona.

Taxi/Uber

Cancun tem uma grande oferta de táxis e Uber, que circulam 24hrs, principalmente na Zona Hotelera

Os preços das corridas de táxi variam de acordo com a região que você está. Por exemplo, pegar um táxi na Zona Hotelera é mais caro do que no centro. Por isso é importante negociar o valor da corrida antes de entrar no táxi. 

Infelizmente os taxistas de Cancun são bem abusados, em vários sentidos. Eu mesma passei por duas situações desagradáveis.

Em uma noite que eu voltava da balada com um grupo de amigos, pegamos um táxi. Depois de uns 2 minutos de trajeto, ele disse que o preço que ele tinha passado era por pessoa, que além de não ser como as coisas acontecem por lá, dava um valor total incompatível com o mercado. Ao negarmos o valor, ele deu meia volta cantando pneu e nos deixou no mesmo lugar que nos pegou.

Em outro dia, pegando um táxi sozinha, o taxista deu em cima de mim de forma bem assustadora, falando do meu decote e se convidando para entrar comigo no meu hostel. 

Carro

Embora seja possível ir para todo lado de ônibus, táxi ou mesmo fazendo passeios com agências, se você tiver em mais de 3 pessoas, pode valer a pena alugar um carro. Principalmente para ir nas atrações mais distantes, como parques aquáticos ou sítios arqueológicos. 

Confira neste link os valores das tarifas de aluguel de carro em Cancun.

Documentos para entrar no México

  • Cancun precisa de visto? Cidadão brasileiro não precisa de visto para conhecer o México e pode permanecer até 180 dias no país.
  • Taxas para entrar no México: o México cobra uma taxa de 560 pesos (120 reais) para entrar no país. Se você entrar de avião, a taxa já estará inclusa na passagem aérea.
    Já se você for entrar por terra, deverá pagar essa quantia em dinheiro ou cartão de crédito na imigração da fronteira com o país que você está saindo.
  • Passaporte: deverá ter validade mínima de 6 meses a partir da data de chegada no México e deverá estar em boas condições.
  • Passagem de saída do país: para entrar no México por avião você deverá apresentar a passagem de regresso ao Brasil ou com destino a outro país. Já por terra, eles não têm a mesma exigência.
  • Comprovante de sustento: você também deverá apresentar capacidade financeira para custear sua permanência no país. Seja com dinheiro em espécie, cartão de crédito, débito ou cartão de viagem internacional.
  • Reserva de hospedagem: ao chegar por avião, é possível que a imigração te peça o comprovante de reserva da sua hospedagem. Por isso esteja preparado para mostrar uma reserva confirmada com endereço, data de entrada e de saída.
  • Seguro Viagem: para entrar no México não é obrigatório contratar um seguro viagem, mas é importante para ter uma garantia caso ocorra algum acidente.
    Eu sempre uso o buscador SegurosPromo para achar seguro viagem, porque o site deles compara preços e coberturas de várias seguradoras.

E aí gente, curtiram as dicas de o que fazer em Cancun no México?

Qualquer dúvida pergunta nos comentários ou manda uma mensagem direta lá no insta @olhosdeturista que eu respondo logo!

Curtiu as dicas? Então salve o PIN abaixo para guardar esse link!

O que fazer em Cancun no México: Dicas, roteiro, quantos dias ficar, praias, baladas e mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima