Se você estava procurando um guia completo de o que fazer em Tulum, você encontrou. Confira todas as dicas de coisas para fazer a no máximo 30 minutos do centro de Tulum. Desdes praias, cenotes, ruínas, lagos e baladas! Veja também nesse artigo onde comer barato, onde se hospedar, roteiros de 4 a 8 dias, clima e moeda. Bora conferir?

O que fazer em Tulum?


Gran Cenote

gran cenote tulum mexico

Esse é um dos cenotes mais famosos de Tulum, mas por essa mesma razão, eu achei ele muito turístico.

O cenote em si é lindo, a água é super azul e algumas partes dele tem tartarugas e peixes. Contudo, na minha opinião, ele sofreu muitas modificações pelo homem. A plataforma de acesso a ele é extremamente grande e invasiva. Fora que a quantidade de turistas é muito grande.

Ele fica apenas 5 km do centro de Tulum e dá para ir tranquilamente de bicicleta (tem lugares na cidade que alugam por 100 pesos/20 reais a diária).

A entrada do cenote é 180 pesos (47 reais) e o horário de funcionamento é das 8h às 16h30. 


Cenote Calavera

cenote calavera tulum dicas

O Cenote Calavera é perfeito para quem quer curtir uma água geladinha, limpa, com peixinhos e transparente.

Ele fica cheio o dia inteiro, com crianças e adultos pulando na água e se divertindo. Por isso não se iludam com a foto, eu tive que ser chata e pedir licença pra galera deixar eu tirar ela.

O Cenote Calavera é a opção mais barata de Cenote na região. Primeiro porque a entrada custa apenas 100 pesos (20 reais). Segundo porque ele fica pertinho do centro, então também dá para ir bicicleta. Ele é até mais perto que o Gran Cenote e eles são bem próximos um do outro. Inclusive dá para ir nos dois no mesmo dia. 

O horário de funcionamento do cenote é das 9h às 16h, recomendo chegar cedo se quiser pegar ele menos cheio.

Não tem restaurante lá dentro, mas eles deixam entrar com comida e bebida.

Outra forma de explorar o cenote é mergulhando de cilindro, mas é obrigatório ter curso avançado de mergulho.

Cenote Dos Ojos

mergulho cenote dos ojos tulum mexico

O Cenote Dos Ojos foi o cenote que mais me recomendaram para fazer mergulho de cilindro, por isso foi isso mesmo que resolvi fazer.

Sem dúvidas mergulhar é a melhor maneira de explorar o Dos Ojos, embora também exista a opção de fazer tour com snorkeling. Parece legal, mas definitivamente a experiência não é a mesma, já que os mergulhadores vão bem mais longe. 

A princípio mergulhar em um cenote pode ser bem intimidador para quem só tenha mergulhado em mar aberto, mas a experiência única e diferente torna o mergulho inesquecível e na minha opinião, vale muito a pena!

Eu mergulhei no Cenote Dos Ojos com a Agua Clara Diving Tulum e super recomendo. Achei o guia mega capacitado e por isso senti muita confiança dentro d’água. Fora as várias explicações mega interessantes sobre os cenotes que ele deu.

mergulho tulum cenote

Dois mergulhos com eles custam 150 dólares e dois tours de snorkel saem por 105 dólares. Ambos com entrada, transporte, guia, lanchinho e seguro inclusos. 

Uma das coisas que o guia me explicou foi que o Cenote Dos Ojos tem esse nome porque em imagem aérea ele parece dois buracos em formato de olhos.

Eu mergulhei uma vez em cada “olho”. O primeiro chama “linha da Barbie”, porque os primeiros mergulhadores deixaram uma barbie lá. O tempo passou e eles substituíram a barbie e colocaram um crocodilo junto, comendo ela. haha!

O segundo olho chama Batcaverna, porque tem uma parte que vc sobe pra superfície de novo e consegue ver um buraco no teto com luz solar e alguns morcegos (essa parte o tour de snorkel leva).

PS: Para mergulhar no Cenote Dos Ojos é obrigatório ser certificado no curso inicial Open Water.

Cenote Sac Actún

cenote sac actun tulum

Esse é o cenote mais natural que fui em Tulum, além de fazer parte do maior sistema de cavernas subaquáticas do mundo. 

Ele é pouquíssimo comercializado, tem poucos turistas e quase nada de modificações (tem só uma pequena plataforma para entrar e sair dele). O guia inclusive falou que também é assim na alta temporada. Então fica a dica para quem quer escapar de muvuca. 

Para chegar no cenote é um pouco complicado. Já que você até pode pegar um transporte público até a entrada do Parque Dos Ojos (sim, mesmo parque do Cenote Dos Ojos), mas de lá até a entrada do Cenote fica a uns bons 7 km. Então a melhor solução é pegar táxi ou alugar carro (600 pesos/120 reais a diária) ou moto (500 pesos/100 reais a diária).

O tour de snorkel passa por várias partes subterrâneas e abertas do Cenote e é mega interessante. O valor do tour é negociável, já que existem várias empresas que prestam o serviço. Espere gastar entre 600 pesos (120 reais) a 850 pesos (170 reais). Dá para encontrar quem ofereça o tour na entrada do parque. 

Outra opção é fechar um tour saindo de Tulum, a Água Clara Diving também oferece esse tour, saindo pelo mesmo preço que mencionei antes (105 dólares por 2 tours de snorkel).

Dependendo do tour que você fechar, pode ou não estar incluso máscara, snorkel, lanterna, jaleco (obrigatório) e roupa de mergulho (recomendo porque a água é bem gelada). Por isso pergunte antes de fechar. 

Cenotes Casa Tortuga

casa tortuga em tulum

O Parque Cenotes Casa Tortuga  tem 4 cenotes e pra conhecer você tem que pagar 400 pesos (80 reais). O valor inclui um tour de 1 hora e meia com guia passando pelos 4 cenotes do parque: Wisho, Campana, Jaguar e Tres Zapotes. Inclui também jaleco salva vidas e snorkel.

Eu achei meio desnecessário o tour já que 3 cenotes são fechados e 1 aberto, mas os fechados são tão curtos que não teria perigo algum ir sozinho. 

O que eu mais gostei foi o cenote aberto, que tem água doce, cristalina e várias plataformas para pular.

cenotes casa tortuga tulum dicas

Para chegar lá dá para ir de bike (100 pesos/20 reais a diária), mas tive uma experiência ruim com pneu que furou, já que o caminho até lá é por estrada. Então não recomendo. O transporte público (coletivo) vale mais a pena, porque além de ser mais seguro, é mais barato (45 pesos/9 reais cada trecho).

O horário de funcionamento é das 9h às 17h. Eu cheguei às 13h e achei um bom horário, porque não tinha quase ninguém lá. 

O local tem armário grátis para guardar as suas coisas e restaurante. 

Cenote e praia do Caleta Tankah

cenote caleta tankah tulum beach club

Esse cenote fica dentro de um clube de praia a 5 minutos de carro ou coletivo (25 pesos/5 reais cada trecho) do centro de Tulum.

O cenote parece um lago com água bem clarinha e é bem gelado. Perfeito para refrescar.

Achei meio caro pra entrar (200 pesos/40 reais ou 300 pesos/60 reais na alta temporada), mas o lado bom é que eles disponibilizam espreguiçadeira na sombra sem ter que consumir no restaurante.

Além do cenote, na praia tem um pedaçinho de mar que o sargaço não dominou.

praias em tulum

Não é um lugar que super recomendo, considerando o custo-benefício, mas é gostosinho.  

Cenote Zacil-Ha

cenotes em tulum

Esse cenote é menos turístico e mais frequentado pela galera local. Ele é bem simples e pequeno e além dele tem uma piscina, um bar e quiosques para consumir sua própria comida e bebida. 

Pro final da tarde ele lota de gente e é bem “tudo liberado”, já que a galera faz até churrasco.

A entrada do Cenote é 100 pesos (20 reais) e eles cobram uma taxa e 50 pesos (10 reais) para entrar com a própria comida e bebida.

Para chegar lá dá pra pegar um coletivo (45 pesos/9 reais o trecho) ou negociar um táxi por 100 pesos/20 reais o trecho. 

Eu não recomendo esse cenote, porque ele é muito simples. Vale a visita se você já fez “tudo” que tem para fazer em Tulum.  

Ruinas Maias

ruinas de tulum

O sítio arqueológico de Tulum é pequeno, mas especial, já que é a única ruína localizada em frente ao mar.

Eu recomendo tentar visitar as ruínas bem cedo ou em um dia menos quente, já que faz tanto calor que fica difícil curtir bem a visita.

Eu venho conhecendo várias ruínas pela América Central e México, então dessa vez optei não fechar com guia. Mesmo assim, se você assim como eu, já tiver conhecido outras ruínas e entende um pouco da cultura maia, dá para fazer sem guia, já que tem algumas placas explicando um pouco sobre os detalhes dessas ruína. 

Para chegar lá você pode pegar um coletivo por 15 pesos (3 reais) o trecho. De onde o coletivo vai te deixar, você precisará andar mais uns 20 minutos para chegar. Outra opção é ir de bicicleta, já que as ruínas estão a 4km do centro de Tulum. 

A entrada é de 75 pesos (15 reais) e o local fica aberto todos os dias das 8h às 17h.

Playa Akumal

playa akumal mexico

Em tempos de crise de sargaço no México, achar uma praia bonita é um verdadeiro desafio. Felizmente, Akumal é uma boa opção para fugir desse problema. Ela não está 100% sem sargaço, mas é uma ótima opção comparado com outras praias.

Além dela ser mais limpinha, a água dela é morninha, cristalina e tem vários peixinhos.

Akumal fica 25 minutos do centro de Tulum e dá pra ir de transporte público por 35 pesos (7 reais) por trecho.

Infelizmente para acessar a praia, tem que pagar 100 pesos (20 reais) ou estar hospedado no Resort Secrets Akumal Riviera Maya.

Dá também pra fazer snorkeling por lá, mas achei muito caro (40 dólares), considerando que nem barco precisa. A área das tartarugas é perto da praia, então basta nadar um pouco. O problema é que não dá para ir sozinho porque eles não permitem o acesso a área das tartarugas, alegam não ser seguro ir sem guia.

Mesmo assim eu peguei a minha máscara e snorkel para explorar a área permitida. Apesar de não ver as tartarugas, consegui ver muitos peixes e uma arraia.

Playa Paraiso

playa principal em tulum

Playa Paraíso é a praia pública de Tulum, então não é necessário pagar para entrar nela. 

Ela tem poucas partes com sombra, mas tem bastante restaurante/ bar que oferece cadeiras ou espreguiçadeiras, que podem ou não ser cobradas mesmo você dizendo que vai consumir. Varia da política do local.

Já vi fotos maravilhosas dessa praia, mas como vim ao México em época de sargaço, infelizmente não gostei dela, já que não tive nem coragem de entrar no mar, de tanto sargaço ele tinha.

Meu conselho é procurar saber qual é a condição da praia antes de ir, para não perder viagem. 

Lago Kaan Luum 

lago em tulum dicas

Pensa em um lago que mais parece o mar do caribe: água clarinha, limpinha e morna. Esse é o Lago Kaan Luum. 

Nem dá para acreditar que dá para curtir um lago com a mesma cor do caribe, mas com a vantagem de ser água doce. 

Eu particularmente não fiquei tão animada com esse lago, já que antes de ir para Tulum, estive em Bacalar, que é a versão 10 vezes maior e mais incrível que o Lago Kaan Luum. Por isso recomendo mais conhecer Bacalar, que está a 2 horas e meia de Tulum. Caso a visita não seja possível, sem dúvidas vale a pena conhecer esse lago para ter um gostinho de como é Bacalar. 

Para ir até lá você tem que pegar um coletivo que fica uma quadra depois do terminal de ônibus ADO e custa 70 pesos (14 reais) o trecho. Já a entrada para o lago sai por 100 pesos (20 reais) 

Lugares que eu não fui, mas você pode gostar: Tour a Sian Ka’an e Parque Xel-Há.

Onde se hospedar em Tulum?

Na minha passagem por Tulum eu me hospedei em dois hostels. Um próximo das ruínas de Tulum e outro no centro. 

Che Tulum Hostel

O hostel que fiquei no centro foi o Che Tulum Hostel. Para quem gosta de agitação e de conhecer pessoas, ele é perfeito. Todas as noites são animadas por lá e a galera curte o bar até a meia noite, quando eles fecham o bar e a galera vai para alguma festinha na cidade. 

O hostel tem uma piscina pequena, mais gostosinha, uma área com redes para relaxar, a área do bar, cozinha e uma salinha de estar.

Os quartos têm banheiro, armário que você pode trancar suas coisas com o seu cadeado e eles ligam o ar condicionado durante a noite. 

Na diária do hostel está incluso café da manhã com 3 tipos de fruta, pão, ovo cozido, presunto, queijo, tomate, cereais, leite e café preto. Eles também oferecem jantar todos os dias, que variam entre churrasco, pizza e hambúrguer, mas que não está incluso na diária. 

Lucky Traveler Hostel

O hostel que fiquei próximo das ruínas foi o Lucky Traveler Hostel. O que mais me chamou atenção nele foi o preço, sendo apenas 70 pesos (14 reais) para ficar no quarto compartilhado ou 560 pesos (110 reais) para ficar no privado (com banheiro, ar condicionado e netflix). 

Além disso eles tem opções all inclusive (estadia, café da manhã, almoço e janta) por 300 pesos (60 reais) no compartilhado ou 1000 pesos (200 reais) no privado (para dois).

O hostel não é tão divertido como o Che Hostel, mas tem uma área grande, uma piscina pequena e é bonito. Imagino que na temporada alta seja mais agitado. 

Como minha viagem é longa, eu curti ficar hospedada perto da ruína por dois dias, para me afastar um pouco da agitação. Mas se você quer bagunça, vale a pena só ficar no centro e pegar um ônibus ou bicicleta para ir para a ruína.

Quantos dias ficar em Tulum?

Eu fiquei 11 dias em Tulum, sendo que 3 desses dias não fiz nada em especial. Os outros 8 dias conheci os lugares que eu escrevi sobre neste artigo. Alguns desses lugares passei o dia todo e outros não recomendo ir. 

Por isso acho que 4 dias é um tempo legal para conhecer os lugares que eu mais curti em Tulum.

Sugestão de roteiro de 4 dias em Tulum:

roteiro tulum mexico
  • Cenote Calavera + Gran Cenote
  • Ruinas + Playa Paraiso
  • Cenote Dos Ojos + Cenote Sac Actún
  • Playa Akumal + Cenotes Casa Tortuga

Dias extras:

  • Cenote e praia no clube de praia Caleta Tankah
  • Lago Kaan Luum
  • Parque Xel-Há
  • Tour a Sian Ka’a

Onde comer barato em Tulum?

Tulum é uma cidade extremamente turística, por isso apesar do México ser considerado um destino barato, tem bastante restaurante caro por lá.

Felizmente para os mochileiros de plantão há também opções bem baratinhas, que é possível comer gastando 10 reais por refeição. 

Tropi Tacos

Esse lugar vende os melhores tacos que eu já comi. Os preços são um pouquinho acima dos tacos de rua: entre 16 e 20 pesos (3 e 4 reais) a unidade, mas vale muito a pena.

A primeira vez que comi nesse restaurante foi em Palenque e eu não fazia idéia que eles são uma franquia. Então quando descobri que tinha um em Tulum, fiquei mega feliz e fui lá comer várias vezes. 

Antojitos La Chiapaneca

Esse restaurante tem ótimos preços e uma variedade legal de comida mexicana, como tacos, quesadillas, tortas, etc. 

Ele fica a uma quadra do terminal de ônibus ADO. Então se chegar em Tulum por lá e com fome, já sabe onde ir! Hehe 

Sale & Pepe

Esse é um restaurante italiano com direito a garçom com sotaque italiano (não sei se forçado ou real). No cardápio há opções de massas, pizzas e coquetéis. 

Eu pedi uma pizza de 8 pedaços que dá para dois, mas é bem no estilo italiano, massa fininha. Então se for 2 pessoas comilonas, pode não ser o suficiente. O sabor pepperoni custou 130 pesos (25 reais).

Restaurantes chineses

Na rua principal de Tulum tem uns 2 ou 3 restaurantes chinês bem baratinhos. 

Eu fui em um que o prato grande de comida ficou por 50 pesos (10 reais). Podia escolher entre arroz ou macarrão e entre umas 4 carnes diferentes, alguns vegetais também estão inclusos. 

Taqueria Don Beto

Essa é uma opção de restaurante local e barato próximo das ruínas de Tulum. Como ele é afastado do centro, só vale a pena comer lá no dia que você for conhecer as ruínas.

O cardápio é bem variado, desde comidas simples como tacos, tortas, nachos até refeições mais completas como fajitas e ceviches.  

La Reyna de Michoacan

Esse não é um restaurante, mas sim uma sorveteria super gostosa e baratinha. Eles tem sorvete de massa, picolé e sucos.  

Normalmente a casquinha com uma bola pequena de sorvete em Tulum não sai por menos que 50 pesos (10 reais), mas nessa sorveteria uma casquinha com duas bolas enormes sai por 25 pesos (5 reais). 

O que fazer em Tulum a noite?Baladas

o que fazer em tulum a noite

Santino Bar

Esse é um bar-balada frequentado tanto pelos locais, como pelos turistas. 

Se você se hospedar no Che Hostel de Sexta, o cara que promove essa festinha passará no hostel entregando fichinhas de bebidas grátis para quem for para a festa. 

Eu achei o ambiente do Santino Bar bem simples, mas agitado porque eles tocam reggaeton e eu adoro. Para quem não curte, pode não ser uma boa opção. 

Xibalbar

Essa é uma balada para quem curte música eletrônica e um ambiente meio pitoresco, com luzes coloridas e desenhos em néon. 

O Xibalbar fica em um pequeno terraço de um prédio na rua principal de Tulum.  

Clima de Tulum

Tulum é uma cidade de clima tropical e faz calor a maior parte do ano. A época mais quente é de Abril a Agosto e a época de chuva rola de Junho a Outubro, embora eu não tenha pego muita chuva por lá, mesmo tendo ido nessa época. 

Moeda e câmbio em Tulum

A moeda usada no México é o peso Mexicano.

No momento que escrevo esse post a conversão é a seguinte:

1 real = 5 pesos

1 dólar = 19 pesos

As casas de câmbio do México não costumam trocar real para peso, mas trocam dólar para peso. 

Eu particularmente gosto de usar a Western Union, já que a conversão é boa e eu retiro o dinheiro em uma das agências deles na moeda local. Fora que a taxa de IOF utilizada por eles é de apenas 0,38%.  

Internet em Tulum

A cidade tem um ponto de wifi grátis no “Parque Dos Águas” e outro próximo as ruínas, mas ambos não funcionam muito bem. Os restaurantes e bares costumam ter wifi grátis.

Se você quer se manter conectado, eu recomendo o chip internacional com internet ilimitada da EasySim4U. Eu sempre uso e curto bastante. 

Taxas para entrar no México

O México cobra uma taxa de 560 pesos (112 reais) para entrar no país. Se você entrar de avião, a taxa já estará inclusa na passagem aérea. 

Já se você for entrar por terra, deverá pagar essa quantia em dinheiro ou cartão de crédito na imigração da fronteira com o país que você está saindo. 

Documentos necessários para ir para Tulum e todo o México

Cidadão brasileiro não precisa de visto para visitar o México e pode permanecer até 180 dias no país. 

Passaporte

O passaporte deverá ter validade mínima de 6 meses a partir da data de chegada no México e deverá estar em boas condições.

Passagem de saída do país

Para entrar no México por avião você deverá apresentar a passagem de regresso ao Brasil ou com destino a outro país. Já por terra, eles não têm a mesma exigência.

Comprovante de sustento

Você também deverá apresentar capacidade financeira para custear sua permanência no país. Seja com dinheiro em espécie, cartão de crédito, débito ou cartão de viagem internacional.

Reserva de hospedagem

Ao chegar por avião, é possível que a imigração te peça o comprovante de reserva da sua hospedagem. Por isso esteja preparado para mostrar uma reserva confirmada com endereço, data de entrada e de saída.

Seguro Viagem

Para entrar no México o seguro viagem não é obrigatório, mas é importante para ter uma garantia caso ocorra algum acidente.

Eu sempre uso o buscador SegurosPromo para achar seguro viagem, porque o site deles compara preços e coberturas de várias seguradoras.

Leia também sobre o caribe do Panamá: Bocas del Toro: o que fazer?

E aí viajantes, gostaram das dicas de o que fazer em Tulum México?

Se ficou alguma dúvida pode me perguntar nos comentários ou se preferir manda uma mensagem direta lá no insta @olhosdeturista que eu respondo rapidinho.

Curtiu as dicas? Então salve o PIN abaixo para guardar esse link!

veja o que fazer em tulum: cenotes, praias, ruinas, baladas e lagos. #caribe #mexico #tulum

Publicado por luizacardoso

Olá, meu nome é Luiza Cardoso! Sou a blogueira e idealizadora do Olhos de Turista. Amo viajar pelo mundo e levar minha vida nesse estilo libertador! Ter olhos de turista para mim é observar e admirar todos os cantinhos do planeta, desde o trajeto de casa até a volta ao mundo! :D

Participe da discussão

3 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.