]
Por causa dos plásticos nos oceanos o futuro das praias está em risco.

Turismo Sustentável

Plásticos nos oceanos: o fim do turismo nas praias?

Você pode amar viajar, amar a natureza mas provavelmente está colaborando com a destruição causada por plásticos nos oceanos.

Hoje é o Dia Mundial dos Oceanos e por isso resolvi escrever um pouco sobre a situação lamentável de plásticos nos oceanos. Podem me chamar de ingênua, mas antes de pesquisar sobre esse assunto eu achava que a maior parte do problema se dava ao fato de muitas pessoas jogarem plásticos nas praias, só que o buraco é mais fundo.

Se você estiver se perguntando porque raios eu te acusei de colaborar com essa destruição é porque eu sei o quanto estamos atrasados em compreender os males que causamos nos oceanos e como causamos eles. O exemplo disso é eu mesma, que até fazer esse post não sabia exatamente como os oceanos estão tão cheios de plásticos.

Justamente pela necessidade de realmente retribuir meu amor pelo mundo que eu criei a categoria de Turismo Sustentável aqui no blog. Primeiro para que eu mesma vá atrás de mais conhecimento e assim colabore cada vez mais com a natureza. Segundo para espalhar mais informações a respeito de assuntos como esse, que são tão importantes e tão pouca gente se interessa. Vejo isso inclusive pela quantidade de acessos que esse tipo de post recebe, o quanto é menor do que os outros. O que é uma pena já que quem ama viajar deveria amar, se preocupar e se dedicar muito mais pelo mundo.

 

Lindas praias estarão cheias de plástico no futuro?

 

A poluição de plástico está aparecendo nas praias da Indonésia.
Imagem do Pixabay.

Imagine aquela praia maravilhosa da Indonésia, de águas claras em tons azuis e verdes. Você está nadando tranquilamente e de repente bate a cabeça em uma garrafa de plástico. Aí você olha pro fundo do mar e vê que uma tartaruga luta para se livrar de uma embalagem plástica.

 

Milhares de tartarugas e outras espécies marinhas morrem por causa de plásticos nos oceanos.
Reprodução bbc.com

Pois é, esse pode ser o futuro cenário da Indonésia, um dos países mais queridinhos dos viajantes. Como explica Erik Solheim, chefe da ONU Meio Ambiente:

“Já passou da hora de abordarmos o problema do plástico que aflige nossos oceanos. A poluição de plástico está aparecendo nas praias da Indonésia, repousando no leito marinho do Polo Norte e ascendendo na cadeia alimentar até nossas mesas”

 

E os oceanos, como ficam?

 

De acordo com um estudo realizado pela fundação de Ellen MacArthur e a consultoria McKinsey, se o ritmo atual de aumento de plásticos nos oceanos continuar, em 2050 haverá mais plástico do que peixes (em peso) no mar. Além disso, 99% das aves marinhas terão consumido esse lixo.

O pior é que isso já aconteça já que os plásticos que estão no mar. Eles se degradam com a ação da água e da luz solar e se transformam em microplásticos, o que faz deles mais fáceis de serem ingeridos.

No meu ponto de vista fica claro que isso não pode continuar, afinal TODOS sairão prejudicados. Imagina você daqui alguns anos ao se alimentar de peixe encontrar nele pedaçinhos de plásticos?

O grande X da questão é que isso de certa forma já acontece, porque já existem muitos plásticos nos oceanos. Logo, o processo já chega até nós. Plânctons e outras pequenas espécies se alimentam desses microplásticos, que por sua vez alimentam pequenos peixes, que alimentam grandes peixes e que nos alimentam. Só que estes microplásticos absorvem outros tipos de poluentes, muitas vezes tóxicos, que causam sérios danos a nossa saúde.

 

Concentração de micro plásticos nos oceanos.
Reprodução do publico.pt

 

 

Campanha #MaresLimpos

 

A ONU Meio Ambiente está de olho nesse problema, por isso esse ano ela lançou a campanha #cleanseas. Alguns países já se uniram a causa e tomaram algumas medidas para diminuição desses lixos, como taxar sacolas plásticas descartáveis.

Só que não basta os governos tomarem providências, até porque a grande maioria dos países não se uniu a causa. A verdade é que para dar certo, as pessoas precisam se conscientizar.

Ok, mas como ajudar?

 

3 atitudes que ajudam a evitar os plásticos nos oceanos

 

1 – Reciclar o lixo. Recicle o máximo que puder e não apenas os plásticos, mas todo o lixo que não for orgânico. A poluição dos oceanos não é formada apenas por plásticos. Eles representam 80% da poluição, mas também devemos tomar cuidado com os outros materiais, como latas, vidros, óleos de cozinha e outros produtos químicos que descartamos no encanamento.

2 – Diminuir o uso de plástico. Hoje em dia grande parte dos produtos que compramos estão em embalagens de plástico, por isso o ideal é procurar diminuir o consumo. Use sacola reutilizáveis. Procure comprar comidas sem embalagens, comida embalada normalmente é industrial e nem bem a saúde faz.  

3 – Não jogar lixo nas praias, rios e lagos. Lembre-se SEMPRE de levar todo o lixo produzido embora com você. Não jogue nada nas praias, rios e lagos. Essa é com certeza uma das atitudes mais imprudente que existe com o meio ambiente.

 

E aí viajantes, gostaram das dicas? Já tomam esses cuidados? Eu com certeza passarei a tomar mais e você? Tem mais alguma dica para ajudar a evitar plásticos nos oceanos? Deixa aí nos comentários para que eu possa incluir aqui! ;D

Veja também: Atrações com animais silvestres: descubra o que está por trás e 7 atitudes para praticar o ecoturismo.

Que tal espalhar essas informações e ajudar um pouquinho a evitar mais plásticos nos oceanos? Salva a imagem abaixo no seu painel de natureza no Pinterest! 😀

Infelizmente por causa dos plásticos nos oceanos o futuro das praias pode estar em risco.

VAI VIAJAR? AJUDE A MANTER O BLOG RESERVANDO COM NOSSOS LINKS!

Para ajudar basta fazer as suas reservas utilizando os links abaixo. Assim o blog ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso!

 Booking.com: Reserve sua Hospedagem em qualquer lugar do mundo
 AirBnB: Ganhe R$100 de crédito na sua primeira hospedagem
    RentCars: Alugue Carro e viaje com mais liberdade
   TicketBar: Compre online ingressos para as atrações e evite filas
Aproveita também para dar aquela força e acompanhar os Olhos de Turista nas Redes Sociais:
 

Olá, meu nome é Luiza Cardoso! Sou a blogueira e idealizadora do Olhos de Turista. Amo viajar pelo mundo e levar minha vida nesse estilo libertador! Ter olhos de turista para mim é observar e admirar todos os cantinhos do planeta, desde o trajeto de casa até a volta ao mundo! :D

Comente esse post!

Comentários (19)

  1. Muito bom seu texto e levantar esse assunto pra reflexão. Acho que nosso papel é esse mesmo, afinal queremos que esse mundo lindão esteja aí pras próximas gerações de viajantes! Vou pinar lá no meu perfil! abs!

    1. Poxa Simone, que bom que gostou! Realmente precisamos fazer nosso papel, se todo mundo fizer um pouquinho o mundo continuará maravilhoso! <3

    1. Que legal Márcio! Ainda bem que apesar da grande maioria não se importar, tem que se importe. Eu espero sinceramente que as pessoas diminuam o consumo de plásticos porque se não o trabalho deles será interminável! Muito obrigada por compartilhar esse link! =)

      1. Legal Luiza! Dá uma sacada na genialidade da solução! Claro que consertar o que estamos estragando não é o ideal, mas mostra a dualidade da relação humana com o meio (destruir vs construir).
        Curti muito seu blog! Tá de Parabéns! Muito assunto legal!

  2. Muito triste essa realidade.. Ja visitei praias em varios lugares do mundo, as piores na questao de poluicao por plastico forem sem sobre de duvidas as praias na Indonesia. Em Padar Island nos arredores do Komodo National Park a quantidade de lixo (aka plastico) era absurda. Fiz um mergulho com jamantas la e vi algumas sacolas de plastico flutuando. sabendo que elas se alimentam de plancton e que o plastico vai se degradando em pedacos cada vez menores, nossa cadeia alimentar esta cada vez mais repleta de plastico e suas toxinas.

    1. Exatamente Oscar! Então você já vivenciou tudo aquilo que eu disse que seria nosso futuro em alguns anos, sinal de que em alguns lugares já está acontecendo agora, imagina daqui algum tempo! Fico triste só de pensar! =/

  3. eu fico chateadissima com esse impacto que nossa vida moderna tem. realmente já passou da hora de tomarmos uma providencia um pouco mais drástica e tentar resolver a questao dos plásticos. Em BH, algumas padarias e supermercados nao oferecem mais a sacolinha. Deixam a vista caixas de papelao. Ai aqui em casa, reutilizamos a caixa de papelao para colocar o lixo reciclado. Pequenas atitudes que podem tirar de cena, no mínimo 30 sacolinhas por mes da cidade.

    1. Poxa que legal que aí já está assim, aqui em São Paulo também, finalmente! O melhor é que no seu caso você vai até mais longe usando as caixas e guardando o lixo reciclado. Dá trabalho mais vale a pena, assim no futuro mais gerações poderão usufruir do mundo como nós! =)

  4. Super atual e importante debater sobre isso! A gente não tem noção ainda de como precisa mudar os hábitos para mantermos nosso planeta saudavel e habitável por mais tempo. Achei excelente você levantar essa discussão no blog!

  5. Ótima reflexão. Afinal de contas, não existe planeta B, né?! É bom pra gente se tocar que estamos todos no mesmo barco! Parabéns pelo artigo.

    1. Isso aí! Inclusive se existisse o planeta B e continuássemos com essas posturas, ele seria mais um que destruiríamos. Não rola de jeito nenhum! rss! Obrigada Alessandra! =)

  6. Realmente muito triste chegar numa praia e ver sujeira e plásticos. Muito bom o seu texto para conscientizar a galera. Se todos fizerem um pouco e se preocuparem todos saem ganhando.
    Obrigado pelo excelente texto.

  7. Muitos parabéns pelo excelente post! Os bloggers de viagem têm uma responsabilidade adicional na “educação” dos seus pares em viagem. Devem ser dotados de superior consciência ecológica. Levantaram um problema muito pertinente. Se queremos continuar a usufruir da beleza deste incrível planeta, muitas das ‘nossas’ atitudes vão ter de mudar…

    1. Exatamente Rui! Pena que a maioria das pessoas não entendem que tudo tem “um preço”. Ao não cuidar do planeta um dia ele poderá acabar e ficarmos sem esse mundo incrível que vivemos! Obrigada pelo apoio! =)

  8. Poxa…. a humanidade agradece por esse post, Luiza..
    É de fato triste de se ver…
    Faço minha parte carregando meu lixo comigo até onde for preciso! E tento usar menos embalagens tb.
    Parabéns pela atitude, vou compartilhar.
    Beijos de luz!