como viajar sem falar inglês

Como viajar sem falar inglês? 7 dicas para se virar bem

Vai viajar pro exterior? Vou sim! Mas como vai viajar sem falar inglês? Para tudo! Quer dizer que só quem sabe inglês pode viajar pro exterior?

Não posso negar que viajar sabendo falar inglês é mais agradável do que sem saber. Isso principalmente porque é gostoso poder conversar com as pessoas e fazer novas amizades. Mas o fato de falar inglês não é se quer garantia de se comunicar, porque tem muita gente nesse mundão que também não fala. O que é mais um motivo para você não colocar isso como empecilho para viajar. Afinal, não é apenas através de línguas que nos comunicamos! Se não, pobre homens das cavernas, né?

Há 5 anos atrás eu sabia apenas o básico do básico de inglês. Foi quando decidi fazer intercâmbio na Irlanda para aprender, além é claro de viver a experiência maravilhosa de um intercâmbio. Só que como eu só sabia palavras básicas e não conseguia formar frases, muita gente me achou maluca de querer ir sem saber nada de inglês. Fui bem na loucura mesmo, sem pensar “e se…”. Chegando lá passei na imigração apenas mostrando todos os documentos e respondendo “study” quando o oficial me perguntou o que eu queria fazer na Irlanda. Primeiro dia comprei um adaptador sem ter a menor ideia do nome, fiz uma mímica muito louca lá e deu certo. No mesmo mês, voltando para casa desci no ponto errado e fiquei no meio do nada, sem bateria andando em vão, até um táxi passar e eu me comunicar falando “help” e “lost”.


Enfim, tudo isso só para dizer: dá sim para viajar sem falar inglês! É facinho? Nem sempre, mas dá para facilitar usando as dicas desse post! Então bora conferir?

 

Como viajar sem falar inglês?

 

1. Planeje sua viagem

 

planeje sua viagem antes de viajar sem falar inglês
Foto por Lonely Planet no Unsplash

Planejar bem a viagem é muito importante não só para quem vai viajar sem falar inglês, mas para todos. Quanto mais planejada é uma viagem, mais são as chances de fugir de possíveis perrengues.

O interessante para quem não fala inglês é que ao fazer reservas online você no máximo se comunica por e-mail (e olhe lá). Convenhamos que é bem mais tranquilo já que você pode pedir ajuda para algum amigo ou mesmo usar o google tradutor.

Pesquise o máximo de informações necessárias para a viagem, como formas de ir do aeroporto até o centro da cidade ou até sua hospedagem. Aproveite e já deixe tudo anotadinho: endereço e número de telefone da hospedagem, horário do check-in, etc.

Curte as minhas dicas? Segue lá no Insta: @olhosdeturista

Procure deixar impresso todos os documentos necessários para passar na imigração, leve-os em inglês e ou no idioma falado no local. Pesquise bem antes da viagem acontecer quais documentos são necessários, como seguro viagem, visto, vacinas, etc. Escaneie esses mesmos documentos, incluindo o passaporte e deixe guardado no seu e-mail ou na nuvem. Assim você minimiza bastante a necessidade de “dar explicações” ao oficial da imigração. 

Leia também: Como planejar um mochilão

 

2. Aprenda Palavras básicas

 

estudar antes de viajar sem falar ingles
Foto por Green Chameleon no Unsplash

Como vocês devem ter percebido no meu relato sobre a época que eu não falava inglês, foi importante saber as palavras “help” e lost. Especialmente porque eu estava sem bateria no celular. Por isso é essencial tentar decorar algumas palavrinhas básicas para dar uma ajudada na comunicação. Essa regra não é válida apenas para inglês, sendo até melhor você dar preferência no idioma local. Um exemplo ótimo disso é saber “por favor”, “obrigada” e “desculpa” no idioma local, porque além de saber um pouco a língua local ser uma demonstração de consideração, é também o suficiente para que a maioria das pessoas locais tenham toda boa vontade do mundo para te ajudar.

Se tiver disposto a ampliar ainda mais sua comunicação, tente aprender pequenas frases prontas como “oi, tudo bem?”, “estou bem também, obrigado”, “quanto custa…(mostre o objeto)”, “eu não sei falar… (língua local)”, etc.

Um conselho para quem não está conseguindo decorar essas palavras/frases no idioma desejado é anotar elas em um papel e no celular.

Confira frases e palavras básicas nesse artigo:  Inglês básico para viagens

 

3. Tenha um carregador portátil

 

Ahh o que seria de nos pobres mortais sem uma ajudinha da tecnologia, né? Haha! Exageros a parte, a tecnologia pode ser a solução de quase todos os problemas de viajar sem falar inglês, só que é importante lembrar que não dá para contar 100% com ela. Afinal, quem aí nunca ficou sem bateria?

Um conselho para melhorar esse problema é: não viaje sem um carregador portátil. Eles são essenciais demais em viagens, porque como muitas vezes passamos o dia todo andando para cima e para baixo, não há bateria de celular que aguente.

Com isso solucionado, podemos ir mais tranquilos para o próximo item.

 

4. Use Aplicativos de celular

 

como viajar sem falar inglês
Foto por rawpixel no Pixabay

Sem querer puxar sardinha para o Google, mas já puxando, eles facilitaram demais a vida dos viajantes com dois aplicativos que provavelmente dispensam apresentações: google tradutor e google maps.

Minhas primeiras viagens não usei nenhum dos dois apps, por motivos de: não queria gastar com 3G. Mas confesso que não foi fácil, principalmente sem google maps. Eu pegava o mapa do centro da cidade e tentava me achar com ele ou caçava wi-fi para poder criar rota no maps e tentar seguir ela offline (na época não dava para baixar o mapa). Foram tempos difíceis! Haha! Por isso digo, é bom ter esses apps baixados e um 3G legal.

Mas Luiza, porque o maps é importante para quem vai viajar sem falar inglês? Simples, porque quanto melhor você consegue se achar, menos você depende de pedir informação.

Já o google tradutor você pode usar de várias formas, como:

  • Pesquisando como fala uma palavra ou frase para tentar falar ela;
  • Escrevendo e depois clicando no botão ouvir para alguém ou só mostrando para a pessoa ler;
  • Podendo tirar foto de algo que está escrito em outro idioma, como um cardápio (se tiver nítido ele traduz bem).

Enfim, tem bastante função que geral não conhece ou não usa, mas que ajuda bastante.

 

5. Use uma Camiseta de ícones

 

Já viu aquelas camisetas de viagem com vários ícones um do lado do outro em fileiras certinhas? Assim ó:

 

viajar sem falar inglês com camiseta de ícone
Foto por iconspeak.world

Além de ser uma camiseta legal, ela pode te ajudar a se comunicar! Repare que existem vários ícones que comunicam alguma coisa, como prato de comida para restaurante ou cama para hospedagem.

Então digamos que você precisa saber onde é o hospital, basta apontar colocar o dedo no ícone de maleta de saúde para alguém na rua, assim se a pessoa for receptiva, vai tentar te explicar. Legal né? 🙂

 

6. Use Calculadora

 

Vai às compras, mas é chegada em uma pechincha? Sem problemas! Usa uma calculadora para negociar. Esse é inclusive o jeito que muitos lojistas de países asiáticos fazem para passar o preço. Eles colocam o valor na calculadora e se você faz sinal de que não gostou do preço, eles te passam a calculadora para você colocar seu preço.

Por lá isso funciona muito bem, mas nada impede que você use essa ideia para se comunicar na hora de uma negociação em outros países.

 

7. Faça Mímica

 

Mímica é praticamente a língua universal, mas cuidado para não confundir mímica com gestos que fazemos no dia a dia. Existem muitos gestos que são usados em vários lugares do mundo e tem o mesmo significado, mas nem sempre é assim e eles podem acabar tendo um significado diferente do que é para nós aqui no Brasil. Como o sinal com o dedão que para gente é positivo, é considerado um insulto no Iraque e no Afeganistão.

Por isso a mímica é mais espontânea e naturalmente entendida. Tem a ver com linguagem corporal, como quando fazemos cara de dor e colocamos a mão na testa, por estarmos com dor de cabeça. Nem precisamos falar que estamos com dor, que a pessoa que está nos observando saberá facilmente.

Então se você quiser por exemplo pedir um sabonete na recepção, faz o movimento de como se você tivesse passando o sabonete nos braços.

Sem medo de passar vergonha hein! Viajar tem dessas coisas mesmos e não tem problema nenhum nisso. 🙂

Leia também: 13 razões para você viajar sozinha(o) na sua próxima viagem

 

E aí viajantes, gostaram dessas dicas de como viajar sem falar inglês? Se tiver alguma dúvida pode perguntar na caixa de comentários ou manda uma mensagem privada lá no insta @olhosdeturista que eu respondo rapidão! 🙂

Se curtiu as dicas e não quer perdê-las, salva a imagem abaixo no Pinterest para acessar esse link sempre que quiser! 🙂

Viajar sem falar inglês é possível? Muita gente deixa de viajar por acreditar que isso é um empecilho para viajar, mas não é verdade. Veja essas 7 dicas de como viajar sem falar inglês? #viajar #semfalaringles

6 comentários em “Como viajar sem falar inglês? 7 dicas para se virar bem”

  1. Luísa. Estou querendo visitar uns lugares na Europa com meu marido, mas não gostaríamos de ir em excursões.Porem, não conhecemos nada lá fora. Viajar com airbng , ofetecemguias e passeios?

  2. Saber se virar sem o inglês é muito importante mesmo em uma viagem. Para mim, a dica mais fundamental foi a de aprender palavras básicas na língua. Só isso já evita muito perrengue 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima