]
O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias

Explore

O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias?

Sabe aquele lugar que você sempre vê por fotos e não entende porque as pessoas falam tão bem de lá? Pois é, era essa minha percepção sobre as Cataratas do Iguaçu… até conhecê-la pessoalmente. Lá é o tipo de lugar que apenas com os próprios olhos dá para sentir a emoção que é estar lá. Por isso digo para quem ainda não conhece Foz do Iguaçu, aproveitar o primeiro feriadão que aparecer e ir correndo conhecer esse lugar encantador! E para facilitar, veja aqui o que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias!

Antes de mais nada você precisa saber que apesar do destino ser Foz do Iguaçu, você precisa ir conhecer Puerto Iguazu (Argentina) e Ciudad del Este (Paraguai). Primeiro porque conhecer outros países, mesmo bem próximos da fronteira, é sempre uma experiência diferente e única. Segundo porque o lado das Cataratas da Argentina é incrível e fazer compras no Paraguai e conhecer a loucura de Ciudad del Este é imperdível.

Sabendo disso, continue lendo para descobrir o que fazer em Foz do Iguaçu! E confira o vídeo no canal do role que fiz por esses lugares:

 

O que fazer em Foz do Iguaçu no 1º dia?

 

Como falar sobre o que fazer em Foz do Iguaçu sem falar sobre as compras no Paraguai, né?

Se você for igual a mim, com certeza já vai querer usar as coisas que comprar no Paraguai durante a viagem. Por isso nada melhor do que já fazer compras no Paraguai logo no primeiro dia.

Conheça também o canal no YouTube:

Além disso, se você se organizar direitinho, ainda pode aproveitar o dia para conhecer a Usina de Itaipu ou o Templo Budista, que ficam relativamente próximos.

A Usina de Itaipu tem desde passeios de 1h30 a 2h30, com valores desde R$12 até R$80. Já o passeio do Templo Budista é possível fazer em torno de 1h e a entrada é franca.

Sugestão de roteiro: Compras no Paraguai + Usina de Itaipu ou Templo Budista

 

Compras na Ciudad del Este no Paraguai  

 

O que fazer em Foz do Iguaçu? Compras no Paraguai

Como chegar:

Você pode ir de moto-táxi, van de agência, carro, táxi ou ônibus. De todos eles, os mais baratos são moto-táxi e ônibus. Moto-táxi é a opção rápida, bom para quem for sozinho e é barato (por volta de R$7 reais). Eu escolhi ir de ônibus, porque é mais tranquilo e até mais barato.

Há duas opções de ônibus:

  • O ônibus de dentro do terminal de ônibus que leva até antes da fronteira para quem quer cruzar a Ponte da Amizade a pé.
  • O ônibus que passa no ponto “linhas internacionais”, bem em frente ao terminal de ônibus e que atravessa a Ponte da Amizade, levando até a região das lojas. Nome da linha: Ciudad del Este Terminal Paraguay (Veja os horários)

Gastos:

Ônibus: R$5 ida + R$5 volta

Dicas:

  • O horário de funcionamento da maioria das lojas é das 9h às 17h (fique ligado em uma possível diferença de fuso horário com o Brasil, como fora do horário de verão)
  • Leve seu RG ou passaporte, eles podem pedir para autorizar a entrada.
  • Não dê ouvidos a vendedores de rua, vá direto nas lojas de confiança.
  • Apesar da fronteira ser próxima, as operadoras brasileiras cobram roaming para ligações e uso da internet.

Veja mais dicas sobre Compras no Paraguai 

Sobre as compras na Ciudad del Este:

A Ciudad del Este é uma loucura, mas nada de outro mundo para quem conhece a 25 de Março em São Paulo.

São muitas lojas e diversos produtos com preços realmente atrativos, por isso é importante ir com foco. Primeiro para não demorar mais do que planejou e segundo para não sair comprar tudo.

 

O que fazer em Foz do Iguaçu no 2º dia?

 

O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias?

 

Impossível não incluir as Cataratas do Iguaçu na relação sobre o que fazer em Foz do Iguaçu!

Como na minha opinião o ponto mais marcante das cataratas fica do lado da Argentina, sugiro ir primeiro para Foz do Iguaçu no Brasil, para deixar o melhor para o final.

O Parque Nacional Iguaçu é menos corrido do que o parque da Argentina, então se você chegar cedo lá, ainda pode sair mais cedo e ir conhecer o Marco das Três Fronteiras antes de escurecer. O Marco não é próximo das cataratas, então vá conhecer apenas se realmente sobrar tempo. Eu conheci só o Marco do lado da Argentina e vendo o lado Brasileiro de lá, tive a impressão que o lado da Argentina é mais bonito e agitado.

Depois siga para o centro da cidade para conhecer um pouco da vida noturna.

Sugestão de roteiro: Cataratas do Iguaçu de Foz do Iguaçu + Marco das Três Fronteiras + passear de noite no Centro

 

Cataratas do Iguaçu (lado Brasileiro)

 

O que fazer em Foz do Iguaçu Cataratas do Iguaçu

O Parque Nacional do Iguaçu é mais estruturado do que o lado argentino. Isso porque eles tem um ônibus para circulação interna e uma certa estrutura para acessibilidade de deficientes físicos.

Muita gente defende que o lado Argentino é mais bonito. Confesso que por conta da visão da Garganta do Diabo ele me emocionou mais, porém não vejo como melhor ou pior. São experiências bem diferentes de um mesmo lugar e super recomendo conhecer os dois lados.

Como chegar:

Ônibus da linha 120 sentido Parque Nacional (clique para ver os horários)

Gastos:

Ônibus: R$3,45 ida + R$3,45 volta

Entrada do Parque Nacional do Iguaçu: R$36 (para brasileiros)

Passeio Macuco Safari: R$215,40

Trilha do Poço Preto OU Trilha das Bananeiras: R$150

Dicas:

  • Se for voltar de ônibus nos últimos horários, perceba a filinha que os funcionários do parque fazem. Não é atoa que eles formam ela, porque é lá que o ônibus vai abrir a porta. Aproveita e já entra na fila!
  • Leve uma muda de roupa para troca, mesmo que não vá fazer o passeio do Macuco porque só de ir perto das áreas de queda, já molha.
  • Se não quiser gastar com comida no restaurante do parque (que é caro) ou mesmo não quer perder tempo, leve um lanchinho para comer.

O que fazer nas Cataratas do Iguaçu:

 

O que fazer em Foz do Iguaçu Cataratas do Iguaçu
Reprodução do site Cataratas do Iguaçu
Passeio do Macuco Safari

 

Mapa do Macuco Safari em Foz do Iguaçu
Reprodução do site Macuco Safari

O Passeio do Macuco Safari é separado em 3 etapas e dura por volta de 1h30. A primeira etapa é percurso de 3 km com veículo motorizado pela Trilha do Macuco, onde dá para observar orquídeas, palmitos, timbaúva e filodentro. A segunda etapa é uma caminhada de 600 metros, onde dá para ver o Salto do Macuco. E a terceira etapa é o passeio de barco.

Acabei não fazendo o passeio do Macuco no lado brasileiro, porque já havia feito nas cataratas da argentina, mas fiquei com bastante vontade de repetir a dose, já que adorei a experiência no lado Argentino.

Valor: R$215,40

 

Trilha do Poço Preto

 

Trilha do Poço Preto nas Cataratas do Iguaçu em Foz do Iguaçu

Pouco feita e falada pela maioria das pessoas, a Trilha do Poço Preto é uma ótima opção para quem quer conhecer melhor o Parque Nacional do Iguaçu e para mim merecia entrar mais na lista das pessoas sobre o que fazer em Foz do Iguaçu. 

A empresa que promove o passeio é a Macuco Ecoaventura. São 9 km de trilha que pode ser feita a pé, de bike ou de veículo elétrico. Escolhi bike e no final das contas é o que eu recomendo, porque além de mais rápido (ideal para dar tempo de aproveitar o resto do parque), a trilha tem uma pegada melhor para bike do que para trekking.

Bike na Trilha do Poço Preto nas Cataratas do Iguaçu

No final da trilha subimos uma casamata de 10 metros de altura para observar a Lagoa do Jacaré. Depois de um relaxante momento de contemplação da natureza, seguimos para o passeio de barco no rio Iguaçu. Parte do parque que apenas quem faz essa trilha do Poço Preto ou a Trilha das Bananeiras tem acesso. Quem quiser ainda pode andar um trecho do rio de caiaque. O que claro eu fiz! Haha!

No final descemos em um posto deles que dá para observar o rio e comer umas frutinhas e tomar um café. Aliás, durante o passeio de barco eles também entregam um lanchinho com snacks.

Para finalizar e voltar para a área que pega o ônibus para o resto do parque, você pode escolher voltar caminhando ou de veículo elétrico.

O passeio é acompanhado o tempo todo por um guia que conta um pouco sobre a fauna e flora e ajuda no que for preciso.

Valor: R$150 na entrada do Parque ou no site.

 

Trilha das Bananeiras

 

O que fazer em foz do Iguaçu? Trilha das bananeiras

 

A Trilha das Bananeiras nada mais é do que a Trilha do Poço Preto feita em sentido inverso e sem a primeira parte. Recomendada para quem quer ter uma experiência parecida, mas não pode ou não quer encarar os 9 km da Trilha do Poço Preto.

Quem faz o passeio também é a Macuco Ecoaventura e também é acompanhado por guias.

Valor: R$150 na entrada do Parque ou no site.

 

Trilha das Cataratas:

 

Trilha para ver as cataratas em Foz do Iguaçu

Para ver todo o trajeto das cataratas o ideal é fazer a Trilha das Cataratas que vai passando por várias. O Parque Nacional do Iguaçu tem mais de 275 quedas d’água, algumas com 80 metros de altura. Quem tiver alguma limitação física pode ir direto para o elevador que fica bem do lado de uma das queda.

Agora quem quer ir passando pelas cataratas menores até chegar na principal, faça a trilha. Que aliás é bem rapidinha e vai dando uma dimensão melhor de tudo até chegar bem pertinho da queda próxima do elevador. Há também uma plataformas que ficam bem no meio do rio, entre quedas e para quem estiver com calor é lá mesmo que tem que ir para se molhar! Haha =)

Valor: grátis

 

Passear a noite em Foz do Iguaçu: Restaurantes e bares

 

O que fazer em Foz do Iguaçu a noite Marco das Três Fronteiras

Há várias opções de restaurantes e bares para curtir a noite da cidade depois de passar pelo Marco das Três Fronteiras. Um rolezinho de noite pela cidade não pode faltar na lista sobre o que fazer em Foz do Iguaçu, ok?

Um restaurante que amei de paixão foi o Brasa Burger, que além de uma ótima comida, serve uma deliciosa cerveja artesanal local, a Promalcer.

Além do restaurante também fiquei encantada com um dos bares que também conto no fim do post, o Eden Chopperia. O bar tem um variedade enorme de chopps artesanais da cervejaria Eden, que também é local.

Confira mais sobre esses lugares nos tópicos Onde comer em Foz do Iguaçu e O que fazer em Foz do Iguaçu a noite.

 

O que fazer em Foz do Iguaçu no 3º dia?

 

Depois de conhecer as cataratas brasileiras, está finalmente na hora de conhecer as Cataratas del Iguazu, no lado Argentino. Se quiser aproveitar bem o dia no parque é importante ir o mais cedo possível por dois motivos: elas são mais distantes de Foz do Iguaçu e o parque também é maior que o do lado brasileiro.

Para conhecer um pouco mais da Argentina, tente sair do parque umas 17h30 para dar tempo de conhecer o Hito das Tres Fronteras, onde fica o marco das fronteiras do Brasil, Paraguai e Argentina.

Sugestão de roteiro: Cataratas del Iguazú de Puerto Iguazu na Argentina + Hito das Tres Fronteras + The Argentine Experience

 

Cataratas del Iguazú em Puerto Iguazu (lado Argentino)

 

Cataratas del Iguazu em Puerto Iguazu lado Argentino

O Parque del Iguazú é um verdadeiro charme. A circulação por lá é feita por bondinho em alguns trechos e a pé em outros.

As Cataratas do lado Argentino são conhecidas por serem uma versão mais aventureira do que as cataratas do Brasil. Não há como negar, de fato o lado Argentino tem uma pegada mais aventureira, já que as trilhas para ver as cataratas são mais longas do que a trilha do Brasil. Inclusive no lado argentino elas são duas: uma pela parte superior e outra pela inferior. O que reflete também no tempo dentro do parque, porque há tanto para fazer que dependendo do seu ritmo e se você vai fazer o passeio do Sendero Macuco, fica corrido ver tudo.

Como chegar:

Para ir às Cataratas del Iguazu é necessário pegar dois ônibus: um para atravessar a fronteira e um para ir até as cataratas.

Há dois ônibus que atravessam a fronteira: o Argentina e o Puerto Iguazu. Depois de atravessar a fronteira você precisará pegar o Cataratas del Iguazu

Gastos:

Ônibus até a fronteira: R$5 ida + R$5 volta

Ônibus até as Cataratas del Iguazu: R$75 pesos ou R$25. Pague em pesos, porque 75 pesos sai mais ou menos R$14.

Tota custo de ônibus: R$5 ida fronteira + R$14 ida Cataratas + R$14 volta fronteira + R$5 volta Foz do Iguaçu = R$38

Entrada do Parque: 400 pesos (+/- R$75)

Passeio do Macuco na Iguazu Jungle: 950 pesos (+/- R$170)

Dicas:

  • Troque os pesos no Paraguai para fugir do IOF e para não perder tempo precioso fazendo isso na Argentina, já que não tem casa de câmbio na entrada do Parque e não aceita real. Apenas pesos.
  • Vá bem cedo para o parque, porque ele é bem grande.
  • Se for fazer o passeio do Macuco, leve uma muda de roupa para a troca. Melhor do que ficar desconfortável com capa de chuva, fora que ela não ajuda nada no final.
  • Chegue cedo porque o Parque del Iguazu é bem grande e tem bastante coisa para fazer. Repare que dependendo da época do ano, há uma diferença de fuso horário entre Argentina e Brasil.
  • Leve lanchinho para evitar fila nos restaurante ou se quiser economizar, porque lá é carinho.

O que fazer nas Cataratas del Iguazu:

 

O que fazer em Foz do Iguaçu Cataratas do Iguaçu Cataratas del Iguazu na Argentina
Reprodução do site Iguazu Argentina
Passeio do Sendero Macuco

 

passeio do sendero macuco nas cataratas do iguaçu argentina

A empresa que faz o passeio do Sendero Macuco é a Iguazu Jungle. Eles tem 3 opções de passeio, mas o que eu realmente acho que vale mais apena é a Gran Aventura, a maior de todas e a que fiz. Ele dura por volta de 1h30.

O percurso começa por veículo motorizado, o Sendero Yacaratiá que percorre 5,5km de selva. Um guia que acompanha todo o percurso explica (em inglês e em espanhol) sobre a fauna e flora do parque. Até chegarmos no Puerto Macuco, onde saem os barcos.

No início do passeio de barco navegamos por 6 km do rio Iguaçu inferior, pelo qual 2km deles são em rápida velocidade. Depois disso chegamos na área das cataratas, onde rola o verdadeiro banho, passando bem pertinho da queda. Haha! Simplesmente amei, experiência única! Impossível não incluir esse passeio na lista sobre o que fazer em Foz do Iguaçu. =)

Valor:

Gran Aventura: 950 pesos (+/- R$170)

Aventura Naútica: 550 pesos (+/- R$100)

Paseo Ecológico: 300 pesos (+/- R$55)

 

Passeio Superior

 

Passeio superior das cataratas do Iguaçu em Puerto Iguazu

 

O Passeio Superior dura por volta de 1 hora com paradas para fotos. Esse percurso fica lotado e brinco que lá rola fila para andar. Como alguns trechos das plataformas são mais estreitos, há momentos que as pessoas vão andando em fila e quase parando.

Além dos trechos para andar, os pontos de fotos também ficam lotados. Por conta disso as fotos não saem muito legais, porque as pessoas ficam tão coladas umas nas outras que acaba todo mundo saindo na foto de todo mundo. Haha! Contemplar a paisagem nem se fale né?

Apesar disso gostei bastante porque conforme andamos, vamos vendo cada vez mais quedas e mais altas.

Eles chamam esses pontos de fotos/contemplação de salto, que seriam tipo mirantes. O que achei mais legal foi o último, o salto San Martin que fica bem próximo da queda da catarata em frente a Isla San Martin.

Valor: grátis

 

Circuito Inferior

 

Por falta de tempo não consegui fazer o circuito inferior. Por essas e outras que algumas pessoas recomendam dois dias nas cataratas da Argentina. Não sei se vale ir um segundo dia só por causa desse circuito, mas conversei com algumas pessoas do parque que me disseram que de todos os passeios para cortar, se necessário, esse seria a melhor escolha.

Chegando bem cedo no parque sem dúvidas dá tempo de fazer tudo. Como não troquei os pesos antes de ir, tive que caçar um câmbio na Argentina e por conta disso acabei chegando lá só às 10h30.

Valor: grátis

 

Passeio Garganta do Diabo

 

Garganta do Diabo nas Cataratas do Iguaçu em Puerto Iguazu

 

Na minha opinião a Garganta do Diabo é simplesmente o ponto mais lindo, impressionante e maravilhoso dos dois parques. Para mim esse foi o momento mais incrível da viagem, o ápice da lista sobre o que fazer em Foz do Iguaçu! Fiquei simplesmente hipnotizada com aquela queda, com a força da água, com o arco íris. Tudo, tudo!

Não tem nem muito o que falar, só vendo mesmo. 

Para ir até a Garganta do Diabo é necessário pegar o bondinho até a estação Garganta. Atenção que a última saída para lá é às 16h10 e você não vai querer perder esse lugar lindo. Depois que cheguei lá fiquei tanto tempo lá, encantada pelo lugar que só fui embora quando os funcionários do parque começaram a avisar que o parque ia fechar. Meu conselho é fazer o mesmo, deixar ele para o final e finalizar com chave de ouro. Haha! <3

Valor: grátis

 

Hito das Tres Fronteras (lado Argentino)

 

Hito das Tres Fronteras em Puerto Iguazu marco da três fronteiras lado argentino

Como chegar:

Dá para pegar o ônibus Puerto Iguazu que passa pelo centro e de lá ir a pé. O Marco fica bem próximo do centro da cidade, por volta de 1km. Ou se preferir, pegue um táxi.

Gastos:

Ônibus: R$5 ida + R$5 volta

Dicas:

  • Vá próximo do horário do pôr do Sol, o local fica especialmente bonito nessa hora.

Sobre o Hito das Tres Fronteras:

Apesar de simples o Hito das Tres Fronteras é uma delícia. Uma fonte de água colorida com músicas dos 3 países de fundo deixam o clima super alto astral. Além disso tem uma área com jatos de água que a criançada fica se divertindo e molhando.

Ver o pôr do Sol lá torna tudo ainda mais gostoso, porque parece que as cores coloridas da fonte se misturam com as cores do céu.

De lá dá para ver o lado brasileiro e o lado paraguaio, que vendo de lá parecem bem menos agitados. Por isso acredito que o lado da Argentina vale mais a pena entrar na lista sobre o que fazer em Foz do Iguaçu.

 

The Argentine Experience em Puerto Iguazu

 

O que fazer em Foz do Iguaçu a noite The Argentina Experience

O The Argentine Experience é um jantar de experiência. E que experiência viu! Ele fica no centro da cidade, então uma opção é ir lá a pé depois de visitar o marco. Só não vá se atrasar porque é muito importante chegar no horário.

Como chegar:

Para ir até o The Argentine Experience é necessário pegar ou o Argentina ou o Puerto Iguazu.

Gastos:

Ônibus: R$5 ida

Jantar: 90 dólares

Taxi para a volta: por volta de R$60. Negocie antes!

Dicas:

  • Reserve antes pelo site, é bem provável que não consiga ir se não reservar
  • Fique atento ao horário que irá começar, porque como não é apenas um jantar, mas também uma experiência, se chegar atrasado vai perder parte dela.
  • No site há campos para preencher suas restrições alimentares e o idioma que você deseja ser atendido. Então presta atenção quando for reservar.

Sobre o The Argentine Experience:

Simplesmente a experiência gastronômica e de interação mais legal que já participei, motivo que sem dúvidas merece estar na lista sobre o que fazer em Foz do Iguaçu. 

Você mergulha na experiência assim que chega no local, onde é super bem recebido pelo “mestre” que vai conduzir todo o jantar e um champanhe.

Antes de sentar-se eles te dão um avental e um chapéu de chef super fofos para você usar durante a experiência.

Jantar de experiência em Puerto Iguazu na Argentina The Argentina Experience

As mesas não são exclusivas e sim para todo um grupo de pessoas, tornando a experiência interativa com gente de vários países.

A experiência tem várias etapas, começando pelo mestre te ensinando o preparo de um drink que pode ser feito com vinho rose, branco ou tinto. Ao finalizar você servirá o drink para o colega da sua esquerda e beberá o do colega da sua direita.

A segunda etapa você montará sua própria empanada com as instruções do mestre.

Na sequência é servido a famosa picada argentina e depois o lomo que será entregue exatamente no ponto que você escolher. Ao final da experiência vocês montará sua própria sobremesa, um delicioso alfajor com doce de leite Argentino (que aliás, é uma delícia). E para finalizar é hora de tomar um delicioso chá mate na cuia, repartindo com os integrantes da mesa, no melhor estilo Argentino!

The Argentina Experience em Puerto Iguazu na Argentina

O jantar toda é regado a excelentes vinhos a vontade e muita risada e história sobre a Argentina. Sem dúvidas uma experiência inesquecível!

 

O que fazer em Foz do Iguaçu no 4º dia?

 

Separe o 4º para os passeios mais rápidos, assim você conseguirá fazer mais de um deles. As opções são Parque das Aves, Zoológico, mesquita, museu de Cera e Parque dos Dinossauros. Como só tinha meio dia para aproveitar, escolhi fazer o Parque das Aves, por acreditar que é o mais imperdível. Sem dúvidas fiz uma excelente escolha, porque o Parque das Aves está entre as tops atrações para quem quer saber sobre e que fazer em Foz do Iguaçu, mas se você tiver o dia todo, aproveite para ir nos outros passeios.

Sugestão de roteiro: Parque das Aves + Zoológico + Mesquita.

Alternativa de roteiro: Parque das Aves + Museu de Cera + Parque dos Dinossauros.

 

Parque das Aves

 

O que fazer em Foz do Iguaçu entrada do parque das aves

Faça do Parque das Aves sua parada principal no 4º e último dia de Foz do Iguaçu. Simplesmente um lugar imperdível que não dá para deixar de fora da lista sobre o que fazer em Foz do Iguaçu.

Como chegar:

Ônibus da linha 120 sentido Parque Nacional (clique para ver os horários)

Gastos:

Ônibus: R$3,45 ida + R$3,45 volta

Sobre o Parque das Aves:

O Parque das Aves é um verdadeiro espetáculo para amantes da natureza e mais ainda para amantes de aves. A variedade de espécies é simplesmente incrível, são mais de 143 tipos e acima de 1320 aves! Há aves de vários cantos do Brasil e de várias partes do mundo.

Eu fiquei especialmente encantada pelas araras, pelos flamingos e especialmente pelos tucanos!

Parque das Aves em Foz do Iguaçu


É lindo de ver a felicidade das aves e como algumas delas ficam super soltinhas, felizes e voando pertinho da gente. O mais legal sobre o Parque das Aves é que ele não se trata de uma atração prejudicial aos animais. Pelo contrário, metade da aves de lá são animais resgatados de maus tratos e outra parque é de animais que sofreram acidente no habitat natural.

Para recuperação desses animais, o parque tem toda uma estrutura profissional e equipes de veterinários, biólogos e tratadores para ajudar com toda a recuperação e abrigo dos animais.

No final da visita ainda dá para tirar foto com alguma das araras mansas. =)

O que fazer em Foz do Iguaçu Parque das Aves

 

Onde comer em Foz do Iguaçu

 

Brasa Burger

 

O Brasa Burger é uma hamburgueria e shawarmeria que possui dois estabelecimentos em Foz do Iguaçu. Um no centro e outro no Shopping Catuaí Palladium.

A princípio conheci o restaurante do centro. Provei o Brasa Bacon, feito com hambúrguer artesanal, bacon, cheddar, salada, um molho especial muito bom e um pão super crocante.

Onde comer em Foz do Iguaçu

Outra coisa que amei no restaurante foi o chopp artesanal que eles servem no local, a Promalcer. Ela é uma cerveja produzida em Foz do Iguaçu e é muito saborosa.

Além da comida ser ótima, a cerveja ser dos deuses, o atendimento lá também é excelente e o restaurante é uma graçinha. Não é atoa que eles tem uma avaliação excelente no TripAdvisor, por isso super vale entrar na relação sobre o que fazer em Foz do Iguaçu.

Gostei tanto que acabei voltando lá para provar o shawarma, dessa vez fui no Shopping Catuaí Palladium. O shawarma deles é uma versão brasileira, já que tem algumas opções com carne de porco. Alias, o que achei mais delicioso é que o preparo da carne bovina é diferente,  lá a carne é grelhada na brasa. Outra coisa bem distinta e interessante é que eles colocam batata frita dentro do pão árabe. Eu simplesmente adorei essa versão que eles criaram, a carne grelhada estava muito saborosa e o lanche é super caprichado.
Onde comer em Foz do Iguaçu Restaurante Brasa Buger

 

Chefito delivery

 

O Chefito é um mix delivery. O cardápio deles é super extenso e tem opções para todos os gostos, todos mesmo! Eles entregam lanches, sopas, lasanhas, saladas, porções, pizzas, massas, pratos executivos, comida japonesa e risoto.

Fiquei perdidinha para escolher, mas no final escolhi um risoto de limão siciliano que estava uma delícia. A comida vem em uma caixinha e quantidade é para lá de suficiente.

Onde comer em Foz do Iguaçu chefito delivery

A comida chegou em apenas 30 minutos e entregam tudo bonitinho no hotel. O mais legal é que conseguimos fazer o pedido por whatsapp, sem ter necessidade de ligar e gastar com ligação. Pedimos comida a noite, o horário de entrega deles é das 16h às 23h.

Quando pedi comida com eles eu estava super cansada de passar o dia nas cataratas, então foi um alívio não ter que sair para comer. O melhor é que eles entregam em qualquer localidade de Foz do Iguaçu.

 

O que fazer em Foz do Iguaçu a noite

 

Eden Steak Garden e Choperia

 

Já que falamos no chopp artesanal Promalcer vendido no Brasa Burger, como não falar de outro delicioso chopp de Foz do Iguaçu: o chopp da Eden Beer. E nada melhor do que experimenta-lo no Eden Steak Garden e Choperia, que tem um cardápio super variado de chopps da cervejaria. Detalhe para os preços justos, com chopps a partir R$6 (300 ml).  

Outra coisa muito interessante do bar é que eles tem os chopps “fixos” do cardápio e chopps sazonais (que vendem apenas em algumas épocas do ano).

Esse bar é mais frequentado pela galera local do que por turista. Eu mesma conheci ele graças a um local. Outro ponto que amei sobre lá e que com certeza merece entrar na lista sobre o que fazer em Foz do Iguaçu

 

Rafain Chopp

 

O Rafain Chopp é um bar mais conhecido dos turistas. O mais legal sobre ele é que ele tem música ao vivo e vários telões no interior passando diferentes esportes em cada um deles. Eles também servem chopp, mas de cervejarias populares brasileiras.

 

Onde se hospedar em Foz do Iguaçu

 

Iguassu Express

 

Durante minha estadia em Foz do Iguaçu fiquei hospedada no Iguassu Express Hotel . Achei o hotel bem legal e com excelente custo benefício.

O quarto é agradável com uma janela grande, ar condicionado, frigobar e um banheiro que além de espaço, tinha uma janela muito boa. Eu adorava tomar banho com ela aberta para ficar olhando a estrada. Haha!

 

Onde se hospedar em Foz do Iguaçu Iguassu Express Hotel

 

O que mais gostei lá foi a localização, onde não tivemos nenhuma dificuldade de locomoção, já que as principais linhas de ônibus passam em um ponto de ônibus bem em frente ao hotel. O mesmo vale para quem prefere se locomover de táxi, já que do lado do ponto de ônibus tem um ponto de táxi. O hotel tem acesso rápido ao centro, ao aeroporto, as cataratas do Iguaçu e ao Parque das Aves. Simplesmente algumas das mais importantes atrações da lista sobre o que fazer em Foz do Iguaçu. 

Outro coisa que curti bastante foi a recepção. Trataram a gente super bem, sempre nos informando como ir e vir para os lugares, além de serem mega educados.

O café da manhã é uma delícia e bem reforçado. Tinha até café da manhã estilo americano, com ovo, bacon e salsicha. Além de pães, frios, pão de queijo, granola, aveia, sucrilho, sucos frescos e bolos secos e com calda.

 

Café da manhã no Iguassu Express Hotel

Além de tudo isso o Hotel ainda tem uma piscina delícia, pena que não tivemos tempo de nadar um pouquinho.

E adivinhem só, quem é leitor aqui do blog tem desconto de 10% nas diárias do Iguassu Express! Basta entrar em contato com o hotel e dizer que foi indicação aqui do Olhos de Turista. =)

 

E aí viajantes! Gostaram dessa relação sobre o que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias? Se ficou alguma dúvida me conta nos comentários! =)

Quer salvar todas as informações desse post para acessar depois, dê um PIN na imagem abaixo no seu Pinterest! =)

O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias? Conheça as principais atrações de Foz do Iguaçu: Cataratas do Iguaçu, Parque das Aves, lado argentino, compras no paraguai e mais!

 

VAI VIAJAR? AJUDE A MANTER O BLOG RESERVANDO COM NOSSOS LINKS!

Para ajudar basta fazer as suas reservas utilizando os links abaixo. Assim o blog ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso!

Hospedagem: Booking.com, Hotéis.com e AirBnb 
Seguro Viagem Seguro Viagem: Seguros Promo e Real Seguro
    Aluguel de Carro: Rentcars.com 
  Ingressos e Passeios: Viator, Ticketbar e TourOn
 Câmbio: TransferWise

Aproveita também para dar aquela força e acompanhar os Olhos de Turista:
 

Olá, meu nome é Luiza Cardoso! Sou a blogueira e idealizadora do Olhos de Turista. Amo viajar pelo mundo e levar minha vida nesse estilo libertador! Ter olhos de turista para mim é observar e admirar todos os cantinhos do planeta, desde o trajeto de casa até a volta ao mundo! :D

Comente esse post!

Comentários (11)

  1. Foz é excelente, adora a região toda de Foz e suas cidades em volta. Tão bonita as Cataratas, não é a toa que foi considerada umas das melhores maravilhas do mundo. Belo relato do post, já estou com saudades de Foz.

  2. Parabéns pela proposta do blog! Pelo olhar de turista e pela riqueza da redação. Em Puerto Iguazu, duas sugestões minhas são as vinotecas e a feirinha de Puerto Iguazu ( em especial a barraca da Mírian) onde se serve azeitonas recheadas, salames, queijos, palmito, pimentas, doce de leite, empanadas, morcellas, Kilmes litrão entre outros.
    Sucessos e felicidades !

  3. Isto é o que eu chamo de guia completíssimo de Foz, olha, parabéns! Eu adorei conhecer e já faz um tempo que não vamos em Foz do Iguaçú. Lendo o teu post, deu muita vontade de voltar, até porque não fiz tudo isso que fizeste. E o que era aquela chuva no Parque das Aves e no Paraguai? Ainda bem que não deixaste de aproveitar mesmo assim.

  4. As cataratas são lindas demais, uma das coisas mais lindas (naturais) que já vi até hoje, uma pena que quando visitei não tinha se quer um bom celular então nem foto direito tenho do local. Mas morro de vontade de voltar porque não cheguei a ir do lado Argentino.

    vidaemserie.com