]

Explore

Tudo sobre Bofete, a Terra do Gigante Adormecido

Sabe aquelas cidades do interior com grande fazendas, vida calma e povo do bem? Pois é, Bofete é uma delas! Pequenina, mas que tomou um grande espaço no meu coração! A Terra do Gigante Adormecido é aquele lugar para gente ir e se sentir em paz e em contato com a natureza!

 

Sobre a terra do Gigante Adormecido

 

vista do Gigante Adormecido Bofete
Vista do Morro Gigante Adormecido em Bofete

Bofete é uma charmosa cidade do interior de São Paulo, a apenas 3 horas de distância da capital.

Pouco se fala sobre a Terra do Gigante Adormecido, mas a cidade possui muitas riquezas naturais. Como grandes reservatórios de água potável e doce, areia e laranja. Alias, inclusive foi lá que acharam a primeira fonte de petróleo do Brasil.

Bofete já foi até inspiração para o livro “Parceiros do Rio Bonito” de Antonio Candido que viveu por 3 meses em uma das fazendas de Bofete para escrever o livro. Além de ser a terra natal do cantor de sertanejo raiz Carreirinho.

A cidade pertence ao Polo Turístico Cuesta, composto por mais 11 municípios. Unidos com o objetivo de desenvolver o turismo de maneira regional, já que elas são facilmente interligadas por rotas de trekking e cicloturismo.

Conheça também o canal no YouTube:

 

Porque o nome Bofete?

 

A princípio, quando foi fundada, Bofete era apenas parte do território de Botucatu e tinha o nome de Samambaia. Vários anos depois, ela emancipou-se e passou a chamar-se de Freguesia do Rio Bonito. Alguns anos depois ela, finalmente, recebeu o nome de Bofete.

O nome é inspirado no Morro do Bofete, que tem um formato que lembra o móvel com nome francês buffet.

 

Belezas naturais em Bofete

 

O turismo em Bofete é voltado para aventura. A região tem atrativos naturais lindos, que estão em uma Cuesta. Termo muito usado na cidade e nas vizinhas. Cuesta é uma formação em relevo íngreme em um dos lados com um suave declive em outro. Como um degrau, diferente da serra que são pontiagudas.

 

Morro do Bofete

 

Vista do Morro Bofete
Foto do Morro Bofete por Edson José de Camargo

O Morro do Bofete é um dos pontos turísticos mais importantes de Bofete. Não é para menos depois de ter dado o nome para a cidade. Ele pode ser visto de alguns pontos da cidade e das estradas. Inconfundível ele realmente lembra o formato de mesas de buffet.

 

Gigante Adormecido

 

Vista do Gigante Adormecido Bofete
Foto do Morro Gigante Adormecido por Edson José de Camargo

Uma das principais atrações, o Gigante Adormecido é considerado o protetor oficial da cidade. A montanha lembra a silhueta de um homem repousando e o que seria os pés do gigante são as Três Pedras.

Para contemplar a vista para essa montanha há uma espécie de mirante no Bar do Vivam no município de Pardinho. O acesso é pela Rua Visconde do Rio Branco.

Há várias trilha pelo Gigante Adormecido, sendo uma delas a Trilha das Três Pedras.

 

Trilha das Três Pedras

 

Três Pedras em Bofete vistas de longe
Foto das Três Pedras por Edson José de Camargo

Dizem que as Três Pedras são místicas e cheias de mistérios e há vários contos e lendas sobre elas. Uma delas conta que há um tesouro escondido em algumas das cavernas, outra lenda é de que as Três Pedras são área de pouso para óvnis. Além disso elas já foram morada para os antigos bandeirantes e jesuítas.

Para quem curti curte natureza, trilhas e montanhismo, elas são parada obrigatória. A trilha das Três Pedras pode ser feita a partir da entrada do Sítio Três Pedras ou vindo da Pedra do Índio (Botucatu), chamado de caminho do Peabiru (antiga trilha inca). Além do trekking é possível praticar escalada e rapel no local. Mas para deixar a experiência ainda mais gostosa, super recomendo acampar no pé das Três Pedras!

É permitido fazer a trilha sem guia, porém o acessos às duas cachoeiras do Caminho do Peabiru são proibidos sem o auxílio deles. 

Nível da trilha: moderado

Tempo da trilha: +/- 3 horas

Horário de visitação do Sítio: 7h às 17h

Valor da entrada: R$10

Valor do camping: R$20

Pacote Agência EcoCuesta (saindo da Pedra do Índio com guias, equipamentos de segurança, diárias das fazendas, luau e churrasco): R$160 (sem barraca inclusa) ou R$180 (barraca para 2 pessoas)

Rapel EcoCuesta: R$90 (valor promocional em eventos programados da agência. Agendamentos a parte apenas acima de 5 pessoas e valores a consultar)

Pratica de Rapel nas Três pedras
Foto do Rapel nas Três Pedras por EcoCuesta

Cicloturismo em Bofete

 

O Polo Cuesta é composto por várias rotas de cicloturismo. A travessia toda tem um percurso de 520 km e é autoguiada com sinalização personalizada. Ela é dividida em 11 etapas e duas delas ficam na zona de Bofete. A 7ª etapa (35 km) que liga Conchas-Bofete e a 8ª etapa (30,5 km) que liga Bofete-Pardinho.

A Travessia não é considerada difícil, mas os trajeto é longo e há trechos com areia, pedras e subidas. É importante que você esteja acostumado a pedalar por várias horas e ter um certo conhecimento de mecânica, para qualquer contratempo com a bike.

Para fazer a rota é necessário se inscrever no site do Polo Cuesta e depois fazer a retirada da credencial. Concluindo uma etapa você pode pedir um carimbo e se finalizar a travessia toda, pode solicitar o certificado.

Para saber mais sobre o cicloturismo em Bofete e em toda região da Cuesta, recomendo que veja esse Guia do Viajante com todas as informações necessárias.

 

Outros pontos turísticos de Bofete:

 

Espaço Castelo Imigrantes

 

Espaço castelo Imigrantes em Bofete
Fonte e castelinho no Espaço castelo Imigrantes

O Espaço Castelo Imigrantes é um local para realizações de eventos, porém havendo um grupo de pessoas eles conseguem agendar a visitação.

O espaço é um graça e guarda um fato interessante: lá foi descoberta a primeira fonte de petróleo no Brasil. Atualmente a fonte libera apenas pequenos fragmentos de petróleo, mas as duas piscinas do local são de água sulfurosa. Sendo que uma delas tem acesso a cadeirantes.

Além disso o espaço conta com um casarão para servir a área coberta de eventos, um charmoso castelinho e um lago com praia artificial.

 

Praça da Matriz

 

Igreja na praça matriz Bofete
Foto Igreja Matriz de Bofete por Jornal JN Bofete

Localizada no centro da cidade de Bofete, a Praça da Matriz é uma graçinha. Nela fica a Igreja Matriz e uma área boa para passear e relaxar. Além disso a praça é toda decorada em led e a iluminação durante a noite fica linda. É lá inclusive que acontece a celebração da virada do ano.

 

Onde comer em Bofete

 

Restaurante Tempero Caseiro – A comida é uma delícia e você pode escolher comer por kilo ou pagar R$20 para comer a vontade. O restaurante fica bem no centrinho de Bofete, a 500 metros da Praça Matriz. 

Cantina da Figueira – Ótima parada para quem estiver indo ou voltando do Sítio Três Pedras, a cantina fica na estrada a caminho do sítio. O café da manhã é excelente e tudo indica que o almoço também. O local é simples e aconchegante e a comida muito boa. Quem prepara tudo é a Dona Neusa, que é um amor de pessoa.

 

Onde se hospedar em Bofete

 

Hotel Toca do Gigante – O único hotel-pousada da cidade, fica bem no centrinho.

*Parece que até ano que vem um novo hotel na cidade será inaugurado.

Sítio 3 Pedras – Para quem curte camping ficar no sítio é uma ótima pedida, porque além de baratinho, é super gostoso acampar no pé das Três Pedras.

 

Vai acampar? Veja também: O que levar para acampar e trilhar

 

Relato sobre a viagem a Bofete

 

Estive na cidade por 2 dias a convite da Prefeitura de Bofete, junto com outros blogueiros e jornalistas. Fomos acompanhados o tempo todo pelo prefeito Doutor Dirceo Melo, o gerente de turismo do município José Nicola e a equipe.

No primeiro dia conhecemos o Espaço Castelo Imigrantes que me encantou bastante. Fiquei com bastante vontade de entrar nas piscinas de água sulfurosa e tomar um Sol na prainha artificial, mas o tempo não ajudou muito. Nessa parte Bofete já me surpreendeu, porque foi nessa hora que descobri que foi ali que encontraram a primeira fonte de petróleo no Brasil.

Piscina com água sulfurosa no Espaço castelo Imigrantes em Bofete
Fonte com água sulfurosa no Espaço Castelo Imigrantes

Saindo de lá fomos almoçar no Restaurante Tempero Caseiro. O nome descreve bem o restaurante, já que a comida tem um tempero deliciosamente caseiro, uma delícia!

De barriga cheia partimos para conhecer as belezas naturais de Bofete. Pela Rua Visconde do Rio Branco fomos até o Bar do Vivam (no município de Pardinho), onde fica o mirante para o Gigante Adormecido. Contemplamos a vista de lá que é linda e curtimos a alegria dos cachorrinhos que vivem livres e felizes por lá. Muito amor! Haha =)

Seguindo por mais alguns quilômetros chegamos nas Três Pedras. Fizemos uma trilha tranquila de 1km até a área de camping. A equipe da Agência EcoCuesta nos recepcionou sorridente e com as barracas já montadas no pé das Três Pedras, onde ficamos acampados.

Ao som da viola jantamos um delicioso churrasco com salada e feijão tropeiro, preparado por uma equipe incrível contratada pela prefeitura. Depois de lá fomos para a área de camping e curtimos uma fogueira top que o EcoCuesta preparou e um luau daqueles inesquecíveis. =D

luau nas três pedras Bofete
Luau no pé das Três Pedras

 

Segundo Dia

No dia seguinte eu tinha combinado de subir a primeira pedra com o pessoal do EcoCuesta para curtir o amanhecer de lá, mas a chuva e o tempo fechado não colaborou. O que tá tranquilo porque curti tanto Bofete e o povo de lá, que quero voltar! =)

Então quando acordamos fomos direto tomar um café da manhã daqueles na Cantina da Figueira (a poucos quilômetros de lá).

De barriguinha cheia partimos para conhecer o Centro Cultural Espaço Carreirinho, local feito em homenagem ao cantor de sertanejo raiz Carreirinho. (Inclusive todo ano, em Abril, é realizado em Bofete o Festival Carreirinho de Música Raiz, para comemorar o aniversário da cidade.)

Lá degustamos alguns queijinhos preparados pela Carolina do Queijaria Bela Fazenda, incluindo o Queijo de Bofete. Uma verdadeira delícia poder provar queijos orgânicos. Por ser orgânico a produção do queijo é baixa, então para comprar é necessário encomendar. O que eu recomendo porque amei real os queijos, principalmente o cremoso com ervas. #ficaadica

Queijo Bofete com preparo orgânico
Queijos orgânicos em Bofete.

Depois de um bate papo por lá ao som da viola fomos almoçar e em seguida nos despedimos de Bofete na rádio da cidade, onde fomos recebidos muito bem pelo locutor Joni Braga.

Participação no rádio Bofete
Participação no rádio Bofete

E já com muita saudades nos despedimos da cidade e de todos que tão bem nos receberam. Queria agradecer imensamente pelo convite e tratamento de todos, além de deixar aqui minha admiração pelo Prefeito Dirceo que me encantou com seu jeito poeta e simplicidade. Alias, preciso compartilhar que ele também dormiu em barraca! Haha! XD

 

E aí viajantes, gostaram da Terra do Gigante Adormecido? Que tal salvar a imagem abaixo no Pinterest e deixar guardadinha todas as dicas sobre Bofete para ir na sua próxima trip?

Sabe aquelas cidades do interior com calma e com o povo do bem? Bofete é uma delas! A Terra do Gigante Adormecido é aquele lugar para gente ir e se sentir em paz e em contato com a natureza! Conheça a trilha das três pedras, dicas, história, onde comer e se hospedar nessa linda cidade!

VAI VIAJAR? AJUDE A MANTER O BLOG RESERVANDO COM NOSSOS LINKS!

Para ajudar basta fazer as suas reservas utilizando os links abaixo. Assim o blog ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso!

Hospedagem: Booking.com, Hotéis.com e AirBnb 
Seguro Viagem Seguro Viagem: Seguros Promo e Real Seguro
    Aluguel de Carro: Rentcars.com 
  Ingressos e Passeios: Viator, Ticketbar e TourOn
 Câmbio: TransferWise

Aproveita também para dar aquela força e acompanhar os Olhos de Turista:
 

Olá, meu nome é Luiza Cardoso! Sou a blogueira e idealizadora do Olhos de Turista. Amo viajar pelo mundo e levar minha vida nesse estilo libertador! Ter olhos de turista para mim é observar e admirar todos os cantinhos do planeta, desde o trajeto de casa até a volta ao mundo! :D

Comente esse post!

Comentários (19)

  1. Olá, tudo bem?
    Ótima matéria, estou com intenção de ir pra lá….mototurismo.
    Sabe me dizer se nesse camping a beira das Três Pedras, há banheiros com chuveiro?

    Obrigado

  2. Wow! Nunca tinha ouvido falar desta região de Bofete. Adorei a foto do Morro Gigante Adormecido, deve ser espetacular. Fazer aquele trilho das Três Pedras deve ser uma boa aventura. Estou a ver que aqui não falta nada, até podemos fazer ciclo-turismo. Está muito bom este artigo, e obrigado por partilhares uma região pouco divulgada!

  3. Tô há uns 10 minutos tentando lembrar quem eu conheço de Bofete e não lembro. Sei que em algum momento ouvi falar algo, mas nunca fui atrás pra saber o que tinha de interessante por lá. Eu amo essas trips natureza, ainda mais quando não é tão longe de SP. Já vi que vale ir num fim de semana, né? Adorei as dicas, sério! Beijos, Tati

  4. Parece um lugar muito simpático para relaxar e desligar do stress, com ar puro e silêncio. Adorei saber o detalhe sobre o nome da terra e também que o prefeito acompanhou a visita, haha

  5. Até poucas semanas atrás eu nunca tinha ouvido falar dessa cidade, mas fiquei sabendo que existia faz pouco tempo – olha que coincidência encontrar agora um post sobre ela! Que imaginação desse pessoal pra tirar “Bofete” de buffet hein? kkkkk Adoro essas praças da matriz nas cidades do interior paulista!