Ilha das Couves em Ubatuba vista de longe

Ilha das Couves: o paraíso de águas cristalinas e calmas em Ubatuba

Que Ubatuba é uma cidade repleta de belas praias é impossível negar. Porém, algumas praias em especial são particularmente verdadeiros paraísos escondidos. Já falei aqui no Olhos de Turista, sobre a linda Trilha das Sete Praias, mas hoje vou contar um pouco sobre uma apaixonante ilha que pertence a Ubatuba, a Ilha das Couves.

Imagine você em um barco atravessando um trecho do mar vendo lindas paisagens entre água e terra. Depois de um tempo o barco vai desacelerando e a água começando a ficar cada vez mais clara. Você desce do barco e percebe a beleza que está ao seu redor. Fica encantado com o degradê azul e verde da água da praia e a exuberante beleza da Mata Atlântica.

Se suas experiências com Ubatuba não foram até então excepcionais, após conhecer a Ilha das Couves você verá Ubatuba com outros olhos.


Curtindo o mar em degradê de azul e verde na Ilha das Couves em Ubatuba

Como chegar na Ilha das Couves

Para chegar nessa maravilha, você precisará pegar um barco na Praia de Picinguaba. O valor atual do barco é de R$30 ida e a volta. Caso você esteja em um grupo grande (estávamos em 30 pessoas) dá para negociar por R$25. Se a ideia é fazer um bate volta, saiba que dependendo do barqueiro você poderá usar a ducha do estacionamento. Não rola banho completo mas é ótimo para tirar a água salgada do mar e voltar para casa tranquilo.

O caminho de barco até a Ilha das Couves leva apenas uns 20 minutos. Eu gostei bastante do trajeto até lá. Foi um passeio muito gostoso, pois o barco passa por dois arquipélagos até chegar lá. O arquipélago da Ilha Comprida, formado pela própria Ilha Comprida, pelo Ilhote Carapuça e pelo Ilhote da Comprida e o arquipélago da Ilha das Couves composto pela Ilha das Couves, pela Ilha Rapada e pelo Ilhote das Couves.

De todas essas Ilhas a única que tem praia é a Ilha das Couves mesmo. Mas para quem quer praticar mergulho, também é interessante visitar a Ilha da Rapada. Ela é considerada um dos melhores pontos de mergulho em Ubatuba.

Belezas da Ilha das Couves

Como eu já falei, a Ilha é simplesmente maravilhosa. Mas o que mais me impressionou foi a riqueza da vida marinha.

Curte as minhas viagens? Segue lá no Insta: @olhosdeturista

A água da Ilha das Couves é bem cristalina e o mar bem calminho. Assim dá para ir até o fundo sem perigo e ter uma boa visibilidade ao mergulhar. O ideal é usar uma máscara de snorkel para ver melhor. Assim é bem provável que você acabe se deparando com peixes, tartarugas e até pequenas águas vivas.

Mergulho e visão dos peixes nadando.
Selfie mergulhando com os peixinhos da Ilha das Couves.
Se deparando com tartaruga na Ilha das Couves
Tartaruga avistada por duas pessoas do nosso grupo. Foto por Luis Fernando.

Aliás, no trajeto de barco dá para ver também golfinhos saltando no mar.

Outra coisa que eu amei na ilha foram algumas pedras altas que estão espalhadas pela água. Havia uma em especial que ficamos com dificuldade de subir por causa da falta de apoio mas que acabamos conseguindo. Ficar lá foi muito gostoso, pois era um pedaçinho isolado para curtir a ilha. Interessante também foi que quando a maré estava baixa, a pedra ficava bem alta e era muito divertido pular de lá na água. Depois das 14h a maré começou a subir e foi legal perceber pela pedra o quanto havia subido.

Colecione momentos, não coisas! 💙🍃 #olhosdeturista

Uma publicação compartilhada por Olhe em volta. Surpreenda-se! (@olhosdeturista) em

Nadando até a pedra seguinte, foi quando vi uma pequena água viva, ou melhor, senti. A bichinha me queimou de cheio no braço e foi quando a vi. Haha!

Alimentação na Ilha

A Ilha possui duas praias. O acesso de uma para a outra é por curta trilha de menos de 5 minutos. A menor praia possui um restaurante que serve almoço, porções e bebidas. O valores não são muito abusivos e a comida no geral é boa.

Outra opção é levar lanches de casa mesmo, contanto que se lembre de levar um saquinho para armazenar o lixo e trazer consigo para o continente. Acho que se você não consumir no restaurante não é justo usar a lixeira deles, já que o mesmo trabalho que você terá em levar o lixo, eles também terão.

Tem uma frase que circula na internet e em plaquinhas de algumas praias que eu adoro:

“Não mate nada além de tempo. Não tire nada além de fotos. Não deixe nada além de pegadas. Não leve nada além de saudade.”.

Acho que vale a pena sempre lembrar que temos que cuidar daquilo que amamos. Então não adianta nada amar e usufruir da natureza se não cuidarmos dela.

Plaquinha de respeito a natureza na praia.
Foto retirada da internet.

Onde se hospedar

Se fazer bate e volta não é o que você tem em mente, aproveite para passar a noite em Ubatuba. Entretanto, não há como se hospedar na própria Ilha das Couves já que ela não oferece nenhuma estrutura de hotéis, hostels ou campings.

O ideal é se hospedar em Ubatuba e aproveitar o dia seguinte para conhecer alguma outra praia da cidade. Outra ideia é conhecer Paraty, já que a Ilha da Couves está bem próxima da cidade.

E aí, tá esperando o que para conhecer esse paraíso?

Aproveita para conhecer também as belas praias de Trindade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima